Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Fim de relacionamento teria motivado feminicídio em quarto de hotel

Mariana foi morta com um tiro na cabeça

©REDES SOCIAIS
O fim do relacionamento seria a motivação para que Maycon Alves dos Santos, de 26 anos, matasse com um tiro na cabeça Mariana da Silva Barros, de 40 anos, neste fim de semana em Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande. Após matar a ex, Maycon cometeu suicídio.

Informações apuradas são de que Maycon não aceitava o fim do relacionamento e foi para Dourados na sexta (2) querendo se encontrar com Mariana, dizendo que iria se despedir dela, segundo o site Jornal da Nova. Ele teria convencido a vítima a encontrá-lo.

Ao chegar a Dourados, Maycon teria passado a ligar insistentemente para Mariana, que foi convencida por ele a ir até o hotel onde estava hospedado. A perícia feita no local constatou que Mariana estava sentada próximo aos pés da cama com um ferimento de disparo de arma de fogo na região da cabeça.

Já Maycon estava deitado na cabeceira da cama, com os pés encostados na mulher, segurando uma arma de fogo, com o polegar direito sob o gatilho. Ele teria colocado a arma na boca e disparado, sendo que o projétil saiu na parte de cima da cabeça. Preocupado, um primo de Maycon tentava falar com ele por telefone e, após não conseguir, entrou em contato com o hotel. A partir disso, a funcionária do estabelecimento foi até o quarto onde Maycon estava hospedado e encontrou os corpos ensanguentados.

Segundo a perícia criminal, ambos os disparos foram efetuados a curta distância. Pela posição em que os corpos foram encontrados e ferimentos, tudo indica que ele matou a mulher e atirou contra si em seguida. No quarto de hotel, o carro pertencente a Mariana foi apreendido. A Polícia Civil registrou o caso como feminicídio, violência doméstica e familiar, e suicídio.

Fonte: Midiamax
Por: Thatiana Melo

***
Tecnologia do Blogger.