Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Dia Nacional do Homem: especialista fala sobre os cuidados com a saúde masculina

Hábitos de vida saudáveis ajudam a prevenir muitas doenças

Até poucos anos atrás era bastante comum ouvirmos falar que os homens têm uma certa resistência em cuidar da sua própria saúde, mas de uns tempos para cá esse comportamento tem mudado. Para chamar a atenção da sociedade e reforçar a importância de cuidar da saúde masculina, no dia 15 deste mês comemora-se o Dia Nacional do Homem.

“Realmente nos últimos tempos os homens têm procurado mais o atendimento médico, principalmente porque hoje se tem mais acesso às informações. Isso também tem ajudado a diminuir um pouco o preconceito da sociedade em relação aos exames preventivos que eles precisam fazer periodicamente”, destaca Dr. João Juveniz, médico urologista da Unimed Campo Grande.

O ideal, segundo o especialista é que todo homem a partir da fase da adolescência já procure um médico para fazer os exames de rotina anualmente, assim como as mulheres já têm essa prática.

De acordo com Ministério da Saúde, os homens são os que mais sofrem as principais causas de morte do mundo e vivem, em média, 7,2 anos a menos que as mulheres. Diante disso, o especialista ressalta “com hábitos de vida saudável você consegue prevenir muitas doenças e principalmente as causas mais comuns de morte no homem, que são as doenças cardiovasculares, normalmente relacionadas à hipertensão, infarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outras”.

O urologista diz que a Organização Mundial da Saúde recomenda praticar atividade física de 150 a 300 minutos por semana. “Isso significa praticar 30 minutos de exercício físico 5 vezes na semana ou 50 minutos 3 vezes na semana. Além disso é importante manter uma dieta equilibrada, evitar o excesso de carne gordurosa, de sódio, tabagismo e álcool e ter um sono regrado. Isso tudo contribui muito na prevenção de qualquer doença”, detalha.

Jornalista e advogado, Douglas Queiroz Marçal, 30 anos, conta que decidiu mudar de hábitos e passou a cuidar mais da saúde como forma preventiva, já que os pais são hipertensos e diabéticos. “Eu procuro cuidar da minha saúde mantendo uma alimentação mais saudável, pratico atividade física regularmente, passo por consultas periódicas e faço os exames necessários com regularidade. Faço tudo isso sempre com a orientação de profissionais da área. Inicialmente adotei essas mudanças como prevenção de doenças, mas depois fui tomando gosto e agora faço tudo com prazer”.

Douglas destaca que cuida muito do corpo mas sem esquecer-se da saúde mental. “Com a pandemia, cuidar da nossa saúde mental também é extremamente importante para conseguirmos superar esse momento que estamos enfrentando com equilíbrio”.

Dr. João Juveniz finaliza com o seguinte dado: “antes da pandemia da Covid-19 51% da população masculina na faixa etária recomendada ainda não tinha ido a um urologista e com a melhora, ainda que gradativa da pandemia, esse percentual tem aumentado. Por isso, nós temos sempre que levantar essa bandeira, de falar da importância da saúde geral do homem”.

Fonte: UNIMED

***
Tecnologia do Blogger.