Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

BOLSONARO| "Além do povo, tenho as Forças Armadas comprometidas com a democracia"

Presidente participou de simulação de interceptação de voo em Ponta Porã

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursou sobre paz e tranquilidade durante lançamento de radar em Ponta Porã © Helio de Freitas
O presidente Jair Bolsonaro inaugurou, no início da tarde desta quarta-feira (30), o radar de vigilância do espaço aéreo, em Ponta Porã.

Para a inauguração, o presidente acionou o radar e participou de uma simulação da primeira interceptação utilizando o novo sistema, executando contato via rádio com aeronaves da Força Aérea, de forma a controlar e executar interceptação em possível tráfego não autorizado e cooperativo.

Pela participação na simulação, ele recebeu um certificado de controlador de defesa aérea, que recebeu código vitalício conferido aos controladores das operações aéreas militares.

Dessa forma, o presidente integra o seleto grupo de militares habilitados a conduzir as missões de defesa aérea.

No discurso, o presidente afirmou que, além do povo, tem ao seu lado as Forças Armadas.

"Só tenho paz e tranquilidade porque sei que, além do povo, eu tenho as Forças Armadas comprometidas com a democracia e com a nossa liberdade", disse.

No início do discurso, o presidente relembrou os tempos em que serviu ao Exército Brasileiro em Nioaque, e disse ter saudades do tereré e do churrasco com mandioca e criticou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19.

Bolsonaro, que foi recebido por apoiadores, também afirmou que as cores verde e amarelo que ele vê por onde passa demonstram o "renascimento do patriotismo" no Brasil.

"Vivemos ainda momentos difíceis e tenho dito a todos: o maior bem de uma nação é a liberdade do seu povo, mais valiosa do que a própria vida, porque sem ela essa segunda não existiria", disse o presidente no discurso.

O presidente também agradeceu o apoio de "pessoas comprometidas com o apoio da pátria".

"Não vai ser com mentiras ou com CPI integrada por sete bandidos que vão nos tirar daqui. Temos uma missão pela frente, conduzir o destino da nossa nação e zelar pelo bem estar e pelo progresso do nosso povo", disse.

Sobre o radar de vigilância do espaço aéreo, Bolsonaro disse que proporcionará um combate maior aos ilícitos, principalmente o tráfico de drogas e armas, que entram pela fronteira e são encaminhados para o restante do País.

"Pode ter certeza que temos uma missão pela frente e vamos cumpri-la da melhor maneira possível, tendo, além do Poder Executivo, obviamente, os nossos amigos do Poder Legislativo, que têm nos dado um grande apoio em todas aas propostas que temos apresentado para o bem do nosso Brasil", concluiu o presidente.

Fonte: CE
Por: Glaucea Vaccari

***
Tecnologia do Blogger.