Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

DOURADOS| Viva Mulher já atendeu 172 casos de violência doméstica em 2021

Além da violência física, há também atendimento a vítimas de violência sexual, psicológica e outras formas de violências que a mulher pode sofrer no ambiente doméstico

©DIVULGAÇÃO
O Viva Mulher (Centro de Atendimento à Mulher em Situação de Violência) serviço da proteção social especial, ligado à Semas (Secretaria Municipal de Assistência Social), já realizou 172 atendimentos em Dourados, de janeiro até agora. Destes, 33 são de novos casos e outros 139 de acompanhamento da unidade.

Com a pandemia do novo coronavírus, houve um aumento nos casos de violência contra a mulheres em todo país. O último relatório nacional, divulgado em março deste ano, apontou que em 2020 foram mais de 105 mil denúncias.

Apesar do atendimento no município existir desde 2001, ainda são muitas as mulheres que não conhecem e não procuram amparo no Viva Mulher. Vale ressaltar que não é somente a violência física ou sexual que são crimes. A Lei Maria da Penha tipifica ainda a violência psicológica, a patrimonial e moral. “Outro ponto importante é que não precisa de denúncia, boletim de ocorrências ou qualquer outra ação prévia para procurar o nosso atendimento. A mulher que for vítima de violência doméstica, pode procurar o Centro de Atendimento”, explicou a coordenadora do Viva Mulher, keli Pretti.

No local, as mulheres recebem atendimento, acolhimento, acompanhamento e se necessário, são encaminhadas para atendimentos de outras políticas públicas. “Nós realizamos o acolhimento das emoções e sentimentos, dentro das condições de cada mulher, e trabalhamos formas de empoderamento e autonomia em busca da superação”, explicou a psicóloga, Letícia Nunes.

Para a gestora da Coordenadoria da Mulher, Mariana Rocha, integrar as ações é fundamental para garantir os direitos das mulheres. “Queremos reforçar a atuação em rede dos serviços, trabalhar junto com outros setores, para que haja o pleno atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica ou sexual”, pontou.

O Viva Mulher fica na rua Hiran Pereira de Matos, 1520, na Vila Mary. Os telefones para contato são 3424-5268 ou 98468-6108. Para denúncias de ações de violência contra a mulher, o telefone da DAM é 3421-1177.

ASSECOM

**
Tecnologia do Blogger.