Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

DOURADOS| Vacinação de profissionais para a volta às aulas começa pela educação infantil

Prefeitura de Dourados organizou cronograma para vacinar todos os trabalhadores da educação de forma escalonada

Profissional da educação infantil durante o cadastro para vacinação na tarde desta terça-feira, no CCI ©DIVULGAÇÃO
Os profissionais da educação infantil da rede pública e privada de Dourados estão sendo vacinados contra a Covid-19 porque o retorno às aulas está previsto para começar nos CEIM’s. De forma escalonada, todos os profissionais da educação serão imunizados. O projeto de Lei que torna a educação serviço essencial foi apresentado na Câmara Municipal e, agora, depende da aprovação dos vereadores.

Da portaria à direção, independente da idade, estes profissionais vão atuar na linha de frente da recuperação dos danos que o fechamento das escolas causou. Segundo o Projeto de Lei apresentado pelo município à Câmara, a retomada das atividades deve acontecer de forma gradativa. A vacinação dos profissionais da educação não tem impacto na vacinação dos demais grupos priorizados pelo PNI (Plano Nacional de Imunização).

O mesmo princípio está sendo aplicado à vacinação. Nesta primeira fase, estão priorizados os trabalhadores da educação infantil. Depois, serão os profissionais que atuam do 6º ao 9º ano. E na última fase, os profissionais que atuam nas séries iniciais do ensino fundamental, 1º ao 5º ano. Desta forma, a volta às aulas começa pelos CEIM’s e escolas de educação infantil da rede privada, depois para os alunos do 6º ao 9º ano e, por último, para os estudantes do 1º ao 5º ano.

A priorização da educação na vacinação contra a Covid-19 é o primeiro passo no trabalho da diminuição de danos causados pela pandemia tanto aos alunos, quanto às famílias. Para a secretária de Educação, Ana Paula Benitez Fernandes, a retomada das atividades garante a possibilidade das famílias aumentarem a renda, além de garantir alimentação aos estudantes em situação de vulnerabilidade.

“Muitos pais, principalmente mães, estão fora do mercado de trabalho porque não tem onde deixar as crianças para ir trabalhar. A volta às aulas é fundamental para que essas famílias possam ter mais dignidade e segurança, sabendo que as crianças estão dentro de um local que segue às normas de biossegurança e no qual elas também aprendem”, explica.

Como foi feita a escolha de qual grupo vacinar antes?

Um dos critérios adotados foi o número de profissionais que atuam em cada nível da educação. Do menor número (educação infantil) de profissionais até o maior (ensino fundamental do 1º ao 5º ano). A vacinação para este grupo também depende do número de doses enviadas em cada remessa para o município, tendo uma parcela de cada lote e respeitando as outras prioridade elencadas no Plano Nacional de Imunização.

Como funciona a seleção destes profissionais?

A SEMED (Secretaria Municipal de Educação de Dourados) entra em contato com todas as entidades, privadas e públicas, para organizar a lista a partir do número do CPF de cada profissional. Com os dados em mãos, a secretaria organiza o dia e horário para aplicação da dose. Os profissionais da educação são vacinados no CCI (Centro de Convivência do Idoso) André Chamorro.

ASSECOM

***
Tecnologia do Blogger.