Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Deputado Pedro Kemp repercute ação da PF que aponta ministro do meio ambiente em esquema ilegal de madeiras aos USA

deputado estadual Pedro Kemp (PT-MS) ©ARQUIVO
O deputado estadual Pedro Kemp (PT-MS) repercutiu durante sessão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, a investigação da Polícia Federal que envolve o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles e o presidente do Ibama atualmente afastado, Eduardo Bimo. Salles que está à frente da pasta responsável pela fiscalização e proteção ambiental do Brasil está sendo investigado pela suspeita da participação do seu escritório em esquema de R$ 14 milhões ilegais na exportação de madeira, orienta de desmatamento ilegal, para os Estados Unidos.

“Bolsonaro escolheu a dedo pessoas incompetentes e irresponsáveis. Fez trocas importantes em ministérios estratégicos: Estamos no quarto ministério da saúde, terceiro ministro da educação. O ex-ministro de relações exteriores entrou em embates verbais estremecendo a nossa relação com o principal fornecedor de insumos para vacina e tivemos três ministros da justiça até agora”, detalhou Kemp ao criticar o governo federal.

Para o deputado, “Ricardo Salles precisa ser exonerado”. Kemp afirmou que o atual ministro do meio ambiente é contrário à defesa do meio ambiente. “Nosso país é riquíssimo, temos a Amazônia, o Pantanal, e o ministro do meio ambiente conspira contra o meio ambiente. Outros países estão preocupados com as nossas queimadas, com o desmatamento”, alertou.

Kemp relembrou, ainda, que na imprensa foi divulgada uma reunião gravada na qual Ricardo Salles teria feito afirmações no sentido de flexibilizar as legislações que protegem o meio ambiente. “Ele disse que precisa passar a boiada, aproveitar que a imprensa está distraída com a pandemia. Flexibilizar a legislação do meio ambiente. A Câmara dos Deputados aprovou um projeto que acaba com a licença ambiental, então isso já está acontecendo”.

Em aparte, Eduardo Rocha (MDB) concordou com Kemp sobre a exoneração do ministro Salles. “Foi feita uma queixa crime no Amazonas contra esse ministro e o delegado foi demitido. Tem gente grande protegendo e está na hora de demitir esse ministro”, contribuiu. Kemp finalizou dizendo que Salles já fez pronunciamento contra o STF (Supremo Tribunal Federal) e relembrou o fato do ministro ter sido gravado dizendo que a pandemia era um bom momento pro governo federal fazer a boiada passar, ou seja, desrespeitar a legislação ambiental para favorecer interesses comerciais (obras, garimpos, madeireiros).

A Câmara dos Deputados aprovou no dia 13 o Projeto de Lei (PL) 3.729, que altera diversas regras do licenciamento ambiental. A proposta foi aprovada a toque de caixa, atendendo aos interesses da bancada ruralista. "Esperamos que o Senado não deixe essa proposta passar", finalizou Kemp.

ASSECOM

**
Tecnologia do Blogger.