Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

BATAGUASSU| Ministério da Saúde suspende temporariamente imunização contra Covid-19 de gestantes e puérperas com vacina AstraZeneca

©DIVULGAÇÃO
O Ministério da Saúde emitiu ontem, dia 12 de maio, um comunicado aos municípios em que informa a interrupção temporária da vacinação contra Covid-19 em gestantes e puérperas com as vacinas AstraZeneca/Oxford. Em Bataguassu, a vacinação de gestantes e puérperas com comorbidade comprovada prossegue com o imunizante do laboratório Pfizer.

No comunicado, o Ministério da Saúde informa que em atendimento a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o Programa Nacional de Imunizações interrompe temporariamente a imunização de gestantes e puérperas com as vacinas Covid-19 AstraZeneca/Oxford.

No caso das vacinas Coronavac e da Pfizer, o ministério autoriza o uso apenas nos casos de gestantes e puérperas com comorbidades.

Em Bataguassu, de acordo com a coordenadora municipal de Imunização, Samantha S. Cruz Tessari, acompanhando a orientação nacional, as gestantes e puérperas com comorbidades já agendadas nas unidades de saúde estão sendo atendidas e recebendo a vacina da Pfizer. "Respeitando o que foi estabelecido pelo Ministério da Saúde, estamos atendendo apenas grávidas e puérperas com comorbidade comprovada", completa.

Samantha ressalta que para as gestantes e puérperas que não possuem comorbidade, não haverá imunização por enquanto.

O Ministério da Saúde informa que em relação ao cumprimento do esquema vacinal para as gestantes que já foram vacinadas com a primeira dose, orientações detalhadas serão emitidas em Nota Técnica pelo Programa Nacional de Imunizações posteriormente.

ASSECOM

***
Tecnologia do Blogger.