Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Veículo S10 atropelou ciclista de 21 anos que morreu na Santa Casa

Polícia Civil registrou caso como morte a esclarecer e já tem identificação do condutor

Emanuelle no vídeo que gravou pouco antes de ser atropelada por S10 ©Reprodução de vídeo
Já está com a Polícia Civil o nome do motorista do veículo que atropelou, na noite de ontem, a acadêmica de Direito Emanuelle Aleixo Gorski, de 21 anos. Ela foi atingida na rotatória da Avenida Hiroshima com a Mato Grosso, na entrada do Parque dos Poderes em Campo Grande. O veículo era uma S10.

A jovem teve traumatismo craniano severo após ser atingida pelo utilitário, por volta das 21h40. Foi levada com vida para a Santa Casa de Campo Grande por equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Chegou já intubada e morreu uma hora depois.

O boletim de ocorrência foi registrado nesta manhã da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) no Centro de Campo Grande pelo pai dela, o médico Anthony Gorski e pelo tio, Michel Gorski, também médico. A mãe de Emanuelle também é médica, Andréa Aleixo, cirurgiã plástica.

Obtido pelo Campo Grande News, o registro policial informa que a amiga que estava com a jovem morta forneceu o telefone do filho do motorista e ele foi identificado. O nome será preservado enquanto as investigações preliminares são feitas. Não foi esclarecido como se chegou a ele.

Trágico – Pouco tempo antes de tudo acontecer, a jovem chegou a publicar vídeo nas redes sociais informando que estava andando de bicicleta na Afonso Pena, reduto de prática desportiva em Campo Grande. Agradeceu, inclusive, a amiga que chamou para o passeio saudável.

O caso foi registrado como “morte a esclarecer” e a tendência é que seja encaminhado para a 3ª Delegacia de Polícia Civil, no Carandá, mais próximo ao local do acidente.

Fonte: CAMPO GRANDE NEWS
Por: Marta Ferreira e Mariana Rodrigues

***
Tecnologia do Blogger.