Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Morre o jornalista Denilson Pinto de covid-19, após 9 dias internado

Denilson Pinto é o terceiro profissional da imprensa de Campo Grande a perder a luta contra a covid-19

Denilson Pinto em entrevista à rádio CBN ©Jade Amorim/Reprodução/CBN
O jornalista Denilson Pinto, de 53 anos, morreu por complicações da covid-19 nesta segunda-feira (29), na Capital. Ele é o terceiro profissional da imprensa de Campo Grande a perder a luta contra a doença.

O jornalista deu entrada no pronto socorro do Hospital El Kadri no dia 20 de março e três dias depois foi encaminhado para o CTI (Centro de Tratamento Intensivo). Seu quadro clínico era grave, mas estável.

Ele permanecia intubado e, conforme boletim médico do último sábado (27), recebendo medicações na veia para não sentir dor ou desconforto, e manter a pressão arterial estável.

A equipe médica planejava retirar a ventilação mecânica e tentar reanimá-lo no domingo (28). Contudo, nesta segunda-feira (29) Denilson sofreu uma parada respiratória durante a extubação.

Com vasta experiência na reportagem e assessoria de imprensa, Denilson Pinto foi editor de jornais como o extinto Diário da Serra (1992/1993) e Correio do Estado (2001/2008).

Também assessorou a Associação Comercial e a Prefeitura Municipal de Campo Grande, campanha política e atuou em agências.

Luto na imprensa

Denilson Pinto é o terceiro profissional da imprensa de Campo Grande, vítima do novo coronavírus. No dia 30 de dezembro, sete dias depois de completar 64 anos de idade o jornalista Guilherme Villalba Zurutuza Filho se foi no 22º dia de internação. No dia 28 de fevereiro, o repórter fotográfico Valdenir Rezende, de 55 anos, também morreu após um mês de internação.

Fonte: CAMPOGRANDENEWS
Por: Adriano Fernandes e Silvia Frias

***
Tecnologia do Blogger.