Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Cassems inaugura Unidade de Tratamento Intensivo em Corumbá

Hospital Cassems de Corumbá inaugura Unidade de Tratamento Intensivo com recursos tecnológicos modernos e equipe altamente qualificada.

©DIVULGAÇÃO
A Caixa de Assistência dos Servidores Públicos de Mato Grosso do Sul, Cassems, inaugurou na manhã desta terça-feira (23) a Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Cassems de Corumbá. Em meio ao aumento expressivo de casos de Covid-19 em todo o Estado a inauguração da UTI “se tornou uma expectativa muito grande para toda a população de Corumbá, Ladário e região e hoje estamos realizando esse sonho que irá proporcionar comodidade para quem necessita de atendimento de alta complexidade”, explica o gerente do Hospital Cassems de Corumbá, Israel Santos.

A inauguração foi realizada apenas com a presença da diretoria de Unidades Hospitalares da Cassems, diretoria clínica e gerência do hospital e médicos e colaboradores da unidade. “Entendemos que este é um momento crítico e que devemos seguir e reforçar todas as normas de biossegurança necessárias. O mais importante é entregarmos essa Unidade de Tratamento Intensivo para prestarmos assistência em saúde de qualidade e principalmente, nesta época de pandemia, contribuir para desafogar outras unidades hospitalares que enfrentam uma situação bastante delicada”, ressalta Israel.

Logo após a inauguração da UTI as equipes de assistência iniciaram treinamento para atualizar os protocolos clínicos de terapia intensiva. O treinamento foi conduzido pelo médico hospitalista, Alessandro Falchemback. “Com a nova Unidade de Terapia Intensiva aqui no Hopsital Cassems de Corumbá teremos uma capacidade maior de acolher os nossos pacientes. As equipes receberão treinamentos contínuos para trabalhar as diretrizes de cuidados, implantar protocolos e gerenciar todos os processos de assistência em saúde”, ressalta Alessandro.

Para o Diretor de Unidades Hospitalares da Cassems, Flávio Stival, com a abertura da UTI o Hospital Cassems de Corumbá muda seu nível de complexidade e passa ter um protagonismo maior para a região pantaneira. “A Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Cassems de Corumbá é o resultado do trabalho de uma grande equipe. O atendimento que vamos disponibilizar aqui não será diferente do atendimento que ofertamos em todas as nossas unidades, priorizando uma medicina de qualidade”, avalia Flávio Stival.

O secretário de saúde de Corumbá, o médico Rogério Leite, visitou a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Cassems de Corumbá e acompanhou de perto uma parte do treinamento das equipes assistenciais. Durante a visita, após a inauguração, ele reforçou a importância da parceria público-privada para o fortalecimento da rede de saúde na região e no Estado: “A Cassems tem sido muito parceira e com a UTI vem preencher uma fatia muito importante em termos de saúde no nosso município, contribuindo para dar segurança para a população”, argumenta o secretário.

Para o presidente da Cassems, Ricardo Ayache, os tempos críticos provocados pela pandemia da Covid-19, trazem à tona o olhar de cuidado e respeito que não deve ser esquecido em momento algum pelos profissionais que atuam na assistência em saúde: “Com essa Unidade de Terapia Intensiva reforçamos o nosso respeito, carinho e cuidado com a população de Corumbá, Ladário e região. Vivemos tempos bastante difíceis e estamos fazendo a nossa parte para minimizar da melhor forma os impactos que a pandemia tem causado na vida das pessoas, prestando assistência médica humanizada, com tecnologia moderna e equipes altamente especializadas”, destaca Ricardo Ayache.

2 anos de Hospital Cassems de Corumbá

Com pouco mais de dois anos em funcionamento, o Hospital Cassems de Corumbá representa um novo conceito de assistência em saúde para as cerca de 20 mil vidas que atende na região. Sempre buscando melhorias e inovação, a unidade hospitalar possui um Centro de Diagnóstico por imagens equipado com Ressonância Magnética, Tomógrafo de 64 canais, Raio-X e Ultrassonografia. Implantou, em 2019, serviço de hemodinâmica com tecnologia moderna e assertiva para a realização de exames de cateterismo, angioplastia, procedimentos vasculares e neurológicos; e se mantém como um serviço único na região pantaneira, para prevenção e tratamento de diversas doenças de origem cardiológica e neurológica.

Também em 2019, apenas um ano após sua inauguração, o hospital aumentou a sua capacidade de internação, com a ampliação de 26 novos leitos, passando a ter 47 leitos de internação clínica, além de uma Unidade de Tratamento Semi-Intensiva, com mais quatro leitos.
©DIVULGAÇÃO



ASSECOM

***
Tecnologia do Blogger.