Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Vereador Dr. Sandro solicita vacinação para todos os profissionais do Hospital Regional de MS

©DIVULGAÇÃO
Durante reunião com o Secretário Municipal de Saúde, José Mauro Filho, que esteve na Câmara Municipal hoje (22/1), explicando o plano municipal de imunização contra a covid-19, o vereador Dr. Sandro solicitou vacinação para todos os profissionais do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS).

Presidente da Comissão da Casa de Leis, que vai acompanhar a compra de vacinas em Campo Grande, Dr. Sandro destacou a importância dos profissionais durante a pandemia. “Nossos profissionais da saúde estão na linha de frente e todos sabemos que o Hospital Regional é referência no combate à covid-19, nós já perdemos vários colegas lá. O hospital foi contemplado, mesmo assim, tem um número de pessoas que não foram vacinadas. Peço ao senhor que olhe com carinho e priorize os profissionais do HRMS”, solicitou.

De acordo com o secretário, o público total prioritário na Capital é estimado em 233.601 pessoas. Só ontem (21), 800 idosos foram vacinados, que só foi possível, segundo ele, com a ajuda dos vereadores na logística.

“O plano será dividido em quatro etapas dependendo do número de doses recebida pelo município: Primeira fase: trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena aldeada. Segunda fase: pessoas de 60 a 74 anos. Terceira fase: pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da Covid-19 (como pacientes com doenças renais crônicas e cardiovasculares). Quarta fase: professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade”, explicou José Mauro.

O público total prioritário é estimado em 233.601 pessoas no município de Campo Grande. Trabalhadores da saúde: 29.721 Idosos de 80 anos ou mais: 18.015 Pessoas de 75 a 79 anos: 14.932 Pessoas de 70 a 74 anos: 22.767 Pessoas de 65 a 69 anos: 32 165 Pessoas de 60 a 64 anos : 40.779 Pessoas com deficiência: 28.008 Forças de segurança e salvamento: 4.823 Indígenas: 2.300 Pessoas com comorbidade: 21.600 Professores: 9.518

Devido ao quantitativo de doses recebidas, os grupos de risco definidos na primeira fase poderão ser estratificados, aos profissionais de saúde da Linha de Frente de combate à Covid-19, idosos asilados e indígenas aldeados.

A Prefeita em exercício, Adriane Lopes e o Secretário Municipal de Governo, Antônio Lacerda, estiveram presentes durante a explanação do secretário.
©DIVULGAÇÃO


Por: Beatriz de Almeida

***
Tecnologia do Blogger.