Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

NOTA MS PREMIADA| Veja se você está na lista do último sorteio: foram R$ 300 mil para 374 pessoas

Oito premiados receberão R$ 12,5 mil na conta, enquanto os demais 366 fizeram apenas a quina e devem receber R$ 546,45 cada

©DIVULGAÇÃO
No último sorteio de 2020, a Nota MS Premiada distribuiu montante de R$ 300 mil para 374 pessoas. Oito sul-mato-grossenses acertaram seis dezenas da mega-sena e receberão R$ 12,5 mil cada. Os demais contemplados (366) fizeram a quina e vão receber R$ 546,45 na conta - a lista referente ao mês de dezembro pode ser conferida por meio do link.

Os consumidores premiados incluíram o CPF (Cadastro de Pessoa Física) em notas fiscais de compras ao longo do mês de novembro. Os oito que receberam maior valor (dezena) fizeram compras nos comércios de Campo Grande, Dourados, Bela Vista e Maracaju.

Ao todo, foram 165 pessoas foram contempladas na Capital, 52 em Dourados, 16 em Corumbá, 15 em Três Lagoas e sete em Ponta Porã e ao menos uma pessoa em cada município de Coronel Sapucaia, Naviraí, Glória de Dourados, Nova Andradina, Três Lagoas, Coxim, Chapadão do Sul, Sonora, Amambai, São Gabriel do Oeste, Rio Brilhante, Ivinhema, Miranda, Corumbá, Deodápolis, Sidrolândia, Paranaíba, Costa Rica, Caarapó, Sete Quedas, Santa Rita do Pardo, Fátima do Sul, Água Clara, Pedro Gomes, Itaquiraí, Sonora, Ribas do Rio Pardo, Jardim, Ponta Porã, Mundo Novo, Guia Lopes da Laguna, Miranda, Iguatemi, Bonito, Aquidauana, Cassilândia, Batayporã, Mundo Novo, Nova Alvorada do Sul, Terenos, Aral Moreira e Aparecida do Taboado,

Nota MS Premiada - A lista dos contemplados e os nomes dos estabelecimentos em que as notas foram emitidas fica disponível no site do Nota MS Premiada, onde para receber o prêmio deve ser realizado cadastro com dados bancários e informações pessoais em até 90 dias após o 15° dia do sorteio. Caso não seja feito corretamente, o ganhador perde o direito de receber os valores.

Em vigor no Estado desde do ano passado, foram mais de 3,7 mil pessoas premiadas, de diversos municípios de Mato Grosso do Sul. O montante equivale a mais de R$ 2 milhões pagos aos ganhadores, excluindo os mais de 1,2 mil contemplados que não realizaram cadastramento e que não receberam nenhum valor.

Nesse ano, o dinheiro que não era pago aos ganhadores retornava aos cofres públicos, mas uma lei complementar, em análise na Assembleia Legislativa, poderá destinar prêmios não resgatados ao FEHIS (Fundo de Habitação de Interesse Social), para investimento em políticas habitacionais à população de baixa renda.

A Sefaz (Secretaria Estadual de Fazenda) disponibiliza o telefone 3389-7801 para que quaisquer dúvidas sejam sanadas.


Por Guilherme Correia 

***
Tecnologia do Blogger.