Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Para Rinaldo, as consequências da pandemia são minimizadas pela atuação parlamentar

©DIVULGAÇÃO
É no fim do ano o período em que muitas expectativas são renovadas. Momento em que analisamos tudo que fizemos, e quais os resultados que alcançamos ao longo de 2020. Há um ano, ainda em 2019, não tínhamos ideia de como nossas vidas seriam impactadas. Uma nova versão do coronavírus mudou radicalmente a rotina das pessoas em todo mundo, trazendo inúmeras mudanças e desafios enormes para a atuação do poder público em todas as esferas.

Nosso Estado também sentiu os impactos de uma crise sem precedentes, mas seguiu firme diante das dificuldades para garantir resultados positivos. E neste ano atípico para os sul-mato-grossenses, a atuação parlamentar não foi interrompida, garantindo a aprovação de projetos e outras medidas tão necessárias para minimizar os efeitos que a pandemia trouxe, na saúde, economia, e em diversas áreas igualmente afetadas.

O deputado estadual Professor Rinaldo Modesto avalia seu mandato na contribuição para o desenvolvimento do Mato Grosso do Sul, em meio aos desafios impostos. “Apesar de todos os problemas que vivenciamos em nosso Estado, e não foi diferente em todo o mundo devido à pandemia, conseguimos responder às expectativas da população, pois todos os projetos e proposições de interesse da sociedade foram apreciados. O que faz do Mato Grosso do Sul, apesar da crise, uma referência em competitividade, geração de emprego e renda, fomento na atividade industrial, e aumento de empregos com carteira assinada. O trabalho parlamentar, realizado aqui na Assembleia Legislativa, é o que possibilitou isso”, destacou. 

Ações parlamentares

Em sua atuação parlamentar, Rinaldo criou em 2020, duas leis aprovadas e sancionadas pelo Governo do Estado que vão impactar diretamente a população neste momento e mais ainda no período pós Covid-19. "Muitos profissionais passaram a trabalhar em casa, no formato home-office, intensificando a convivência com familiares e infelizmente, trazendo o efeito colateral do aumento da violência doméstica, entre outros danos impostos pelo isolamento social", comentou o parlamentar.

Neste sentido, a Lei 5539, de 13 de julho de 2020, contribui para difundir o conhecimento sobre a Lei Maria da Penha, como conteúdo transversal nas escolas públicas de todo o Estado. E isto é uma oportunidade de falar diretamente com alunos que infelizmente já testemunharam ou sofreram algum tipo de violência em casa, e ainda não sabem como procurar ajuda.

Outra ação importante foi garantir nas escolas da Rede Estadual de Ensino o acompanhamento psicológico para os alunos. "No caso das crianças e jovens, onde a interação social ficou extremamente prejudicada devido à pandemia, nosso trabalho está muito focado em garantir um tratamento muito sério a fim de reduzir os impactos causados. Cuidando da saúde emocional mesmo". Este é o tema da Lei 5.582, de 19 de outubro de 2020, que institui em Mato Grosso do Sul o serviço de apoio psicológico e social ao aluno da rede pública de ensino em situação de vulnerabilidade. O acompanhamento abrange jovens do ensino fundamental, médio e superior, matriculados em estabelecimentos de ensino público.

Para o deputado, é necessário entender que a era pós Covid-19 vem com muitas sequelas, não só para os que foram infectados pela doença, mas para a sociedade que passou por todo esse enfrentamento. "Precisamos estar atentos ao papel primordial do Estado, de levar ao cidadão o apoio que ele precisa. Por isso é importante destacar que as nossas emendas parlamentares, neste ano de 2020, foram destinadas ao combate da pandemia do novo coronavírus, integrando um total de 20 milhões de reais destinados a esse fim, que foram repassados ainda em abril para socorrer os 79 municípios do Estado", finalizou Rinaldo Modesto.

ASSECOM

***
Tecnologia do Blogger.