Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

CAPITAL| Prefeito anuncia toque de recolher mais cedo, novo horário para comércio e transporte coletivo e lotação limitada em igrejas

A cidade é considerada o epicentro da doença. Somente nesta sexta foram confirmados mais 601 casos e 8 mortes.

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), anunciou nesta sexta-feira medidas mais restritivas para tentar conter avanço da Covid-19 ©Reprodução/TV Morena
O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), anunciou na manhã desta sexta-feira (4) várias medidas mais restritivas para tentar conter o avanço da pandemia de Covid-19 no município.

O anunciou aconteceu após reunião com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende. A cidade é considerada o epicentro da doença. Somente nesta sexta foram confirmados mais 601 casos e 8 mortes.

O prefeito disse que as medidas começam a valer a partir de segunda-feira (7) e terão validade por 15 dias. Veja quais são:
  • O toque de recolher vai começar duas horas mais cedo. Passa das 22h às 5h.
  • O número de equipes de fiscalização vai ser triplicado, assim como o número de blitz de trânsito.
  • O comércio e os estabelecimentos de atacado e varejo terão um novo horário, das 8h às 21h.
  • Já os shoppings poderão ficar abertos das 10h às 22h.
  • O transporte coletivo vai operar até as 23 horas e com lotação máxima de 70% da capacidade. Haverá ainda a suspensão dos passes dos idosos e de estudantes.
  • Igrejas e templos, bares e restaurantes, terão reduzidas sua lotação de 60% para 40% da capacidade e com a exigência do distanciamento de 1,5 metro.
O prefeito disse também que na próxima semana devem ser abertos mais 68 leitos para atendimento de pacientes com Covid-19.

Por G1 MS

***
Tecnologia do Blogger.