Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

AMPLA VISÃO| Você concorda com o que disse Voltaire?

DECLARAÇÃO do filósofo francês Voltaire no século XVIII: “Há 2 tipos de ladrões; o comum que rouba sua carteira, o cavalo etc. e o político, que rouba seu futuro, sonhos e saúde. A diferença entre eles: o ladrão comum te escolhe para roubar seus bens. Já o ladrão político é você que o escolhe pra te roubar. Se o ladrão comum é procurado pela polícia, o ladrão político é geralmente protegido pela polícia.” Isso no século XVIII! 

CONCLUSÃO: A declaração de Voltaire alerta os eleitores sobre a importância de votar certo. Sem desculpas: o cenário municipal e o cotidiano permitem saber quem é quem. Até os apoiadores dos candidatos precisam ser analisados. Voto sem critério é como um bumerangue que volta mais cedo ou mais tarde atingindo o próprio eleitor. 

DEPUTADO Lucas de Lima (Solidariedade): Autor do projeto instituindo a ‘Semana Estadual do Lixo Zero”; sintonizado com o Ibama sobre o Pantanal. Deputado Evander Vendramini (PP); com a sua emenda entregou materiais à Rede de Combate ao Câncer de Corumbá; quer programa estadual de moradias populares em Corumbá. Deputado Deputado Marçal Filho (PSDB); virou lei seu projeto obrigando o Detran avisar sobre o vencimento do CNH; quer instituir a Campanha Permanente de Incentivo a Vacinação. 

ESTRANHA: É a melhor definição desta eleição. A pandemia nos tirou a pratica do debate popular e nos levou ao sofá, tornando mais relevante o noticiário. Sem o ‘tête-à-tête’ das ruas e os debates já descartados pelas TVs, o marketing terá papel decisivo como influenciador. E aí é preocupante porque o eleitor poderá comprar gato por lebre. 

TRÊS LAGOAS: 4.582 funcionários, 432 estagiários e 182 terceirizados na gestão de Ângelo Guerreiro e Paulo Salomão. Competência e simplicidade compõem o binômio que revolucionou a cidade alcançando índices formidáveis de satisfação e qualidade vida. Quadro otimista que desembocará na reeleição como mostram as pesquisas. 

EXPECTATIVA: Será? Especula-se o eventual socorro de lideranças do MDB e antigos aliados (‘guarda chuva protetor?’) para tentar socorrer a candidatura de Márcio Fernandes na capital. Entre eles estariam o ex-ministro Carlos Marun, o ex-vereador Paulo Siufi (MDB), os ex-deputados Jr. Mochi (MDB) e Edson Giroto (PR), ex-senador Moka (MDB) e a senadora Simone Tebet (MDB). Pelas circunstâncias - nem todos. 

AH! O PODER! Espiridião Amin começou prefeito nomeado de Florianópolis em 1975 não parou . Eleito 3 vezes deputado federal, duas vezes governador; prefeito em 1988, está no 2º mandato do senado. As derrotas não o abalaram. Perdeu duas eleições ao governo e uma a Presidência da República em 1994 - quando chegou em 6º lugar. 

TAMBÉM? Sua mulher Ângela Amin foi vereadora, deputada estadual, duas vezes prefeita de Florianópolis, hoje é deputada federal e está concorrendo à prefeitura da capital nestas eleições. O filho João Amin, herdou a política no seu DNA: já foi vereador, vice prefeito de Florianópolis e cumpre o 2º mandato de deputado estadual. 

DEPUTADO Neno Razuk (PTB); pede recursos para a piscicultura de Amambai; quer parcerias para melhorar a mobilidade urbana de Dourados. Deputado Lídio Lopes ( Patriota); preside a Comissão de C.J. Redação; quer declarar de utilidade pública a Associação dos Servidores da Guarda Municipal da capital. 

PRA PENSAR: Se a impugnação ao candidato Harfouche (Avante) for revertida ele poderá ser vitimizado e acabar beneficiado? Não! Ele não lidera a corrida e não é visto como herói, vítima dos donos do poder. É incomparável ao então candidato Alcides Bernal (PP) (ídolo ocasional), pois Harfouche não teria tanto apelo popular. É ver pra crer! 

SEM FIM a novela da PEC da Prisão em 2ª. Instância. O presidente Rodrigo Maia (DEM), querendo a reeleição na Câmara, faz o jogo da esquerda e direita que tem rabo preso na corrupção. A proposta do deputado Fabio Trad (PSD) (relator dessa comissão) abrange todos os crimes (inclusive econômicos) e isso contraria vários interesses. Até o ex-ministro Moro elogiou Trad e ‘estranhou’ a postura ‘pastosa’ da Câmara. 

PRESENTES: Os detentores de mandatos estaduais e federais estão nas redes sociais ao lado dos candidatos. A tecnologia permite essa aproximação na campanha. Mas se espera do eleitor a leitura qualificada dos perfis e propostas. As imagens sedutoras dos programas eleitorais na TV estão hoje nas redes sociais. É a mesmice em outro local. 

PLIM PLIM: A Globo dizia que se sustentava, sem depender do Governo. Conversa mole! A demissão de tantos profissionais seria reflexo só do Covid? Aliás, Antônio Fagundes (ator demitido após 41 anos) falou disso à ‘Veja’. A saída seria viabilizar o apresentador Luciano Hulk candidato ao Palácio do Planalto? Um tanto quanto difícil. 

DEPUTADO Contar (PSL): é seu o projeto para gravar/divulgar processos licitatórios; enaltecendo as obras de 52 kms na BR 419 (MS) pelo M. da Infraestrutura. Deputado Gerson Claro (PP): Suas emendas ajudaram as Santas Casas de Cassilândia (R$ 60 mil) e Paranaíba (R$40 mil); ativo nas sessões. Deputado Antônio Vaz (Rep); alinhado à Sec. de Saúde nas ações anti Covid-19 e participativo nas sessões on-line. Deputado José C. Barbosa (Democratas); Combativo; sua candidatura em Dourados não interfere nas suas ações no legislativo. 

VERDADES: Embora com apenas 11% dos pesquisados, a esquerda tem visibilidade maior que a direita (28%) e do centro (17%) no Brasil. Como dizem em Portugal: “a esquerda não faz farinha. Só barulho”. Ela tem apoio dos intelectuais, da mídia, do meio artístico e na educação. Mas quando se trata de governar é ruim. Só tem teoria. 

COVID: mudou a rotina dos lares. Sem a empregada, patrões botaram a mão na massa. Até aprenderam cozinhar via WhatsApp. Os programas de culinária na TV e receitas no Instagram bombam. Só agora valorizam o trabalho doméstico. A propósito: metade das 8 milhões de empregadas domésticas ainda sem registro em carteira. Pode isso Arnaldo? 

CRÍTICAS: Pegou mal a presença como entrevistado no ‘Roda Viva’ da TV Cultura de São Paulo o marqueteiro João Santana, condenado na ‘Lava Jato’, cumprindo pena domiciliar com tornozeleira. Ele fez comentários, opinou e ofereceu seus préstimos profissionais. O governador João Dória (PSDB) está sendo criticado por esse fato. 

NO FACEBOOK: 

Tome uma ‘vachina’ do Dória e ganhe um caixão do Covas 

VOLTAIRE: “Os homens erram, os grandes homens confessam que erraram.” 

AH! O PODER! Espiridião Amin foi nomeado prefeito de Florianópolis em 1975 e não parou mais. Eleito 3 vezes deputado federal, duas vezes governador; eleito prefeito em 1988, exerce o 2º mandato no senado. Em1994 tentou Planalto; perdeu duas eleições ao governo. A sua mulher Ângela Amin foi vereadora, deputada estadual, prefeita de Florianópolis duas vezes, deputada federal e concorre à prefeitura da capital. O filho João Amin, ex-vereador, ex-vice prefeito, está no 2º mandato de deputado estadual. 

OUTRO LULINHA?: Hunter Biden (filho de Joe Biden) 

"Hunter Biden é um fracassado, um viciado que foi expulso das Forças Armadas e nunca fez nada produtivo na vida. Circulam imagens, banidas das redes sociais, em que ele estaria fumando crack enquanto recebe sexo oral. Ocorre que ele conseguiu, mesmo sendo essa figura deplorável, ganhar uma fortuna em países sem transparência, como Ucrânia e China. 

Só de taxas de "consultoria" para uma empresa ligada ao regime chinês ele ganhou quase $ 5 milhões, ou quase R$ 30 milhões. No total, o filho de Biden levantou pelo menos uns US$ 10 milhões em "consultorias", que representam claro tráfico de influência. Ao que tudo indica, ele é o testa de ferro do seu pai, tese corroborada por declarações de um ex-sócio, que veio a público admitir que o "big guy" mencionado em trocas de e-mails seria mesmo Joe Biden, destinatário de parte da fortuna".

***
Tecnologia do Blogger.