Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Grupo preso pelo Choque é suspeito de ter cometido pelo menos 20 furtos

Os bandidos foram presos na Rua Abrão Júlio Rahe, após o carro que ocupavam colidir contra um muro

Policiais durante atendimento a ocorrência registrada na tarde de ontem ©Marcos Maluf
O grupo preso por policiais do Batalhão de Choque após perseguição é suspeito de ter cometido pelo menos 20 furtos a residências. Um dos ladrões trocou tiros com a polícia e foi baleado. O flagrante aconteceu na tarde de ontem (14), na Rua Abrão Júlio Rahe, no Bairro Santa Fé, em Campo Grande.

Foram presos por roubo qualificado Daniel de Aquino Lopes, 20 anos, Luiz Eduardo Balta da Silva, 24 anos, e Roberth Mike Mascarenhas Jarcem, 25 anos. Conforme boletim de ocorrência, a equipe policial foi acionada para atender ocorrência de furto a residência na Rua da Praia de Ondina, no Jardim Autonomista. No local, os policiais foram informados por testemunhas sobre as características dos três suspeitos que haviam fugido levando vários objetos em um Fiat Linea prata.

Em buscas pelos suspeitos e com informações recebidas via rádio, os PMs conseguiram encontrar o carro na Avenida Ceará, no Bairro Cruzeiro. Foi dado ordem de parada, mas o motorista não obedeceu e tentou fugir em alta velocidade colocando a vida de terceiros em risco. Houve perseguição até que um dos passageiros, Luiz Eduardo atirou duas vezes contra as equipes, que revidaram. Com pneus atingidos, o veículo subiu na calçada e colidiu contra um muro na Rua Abraão Júlio Rahe.

Mesmo após o acidente, os ocupantes tentaram fugir. Com arma em punho e ameaçando as equipes policiais, Luiz Eduardo foi baleado pelos militares. Ele foi socorrido à Santa Casa, onde permanece internado sob escolta policial. Os outros dois ocupantes também foram presos. A arma utilizada no crime foi localizada no assoalho do carro. Indagado, Daniel relatou que os três já haviam realizado pelo menos 20 furtos em diversos bairros da Capital.

Crimes - Em um dos furtos cometido pelo bando foram levados vários objetos de uma casa, além de duas armas de fogo. Na ocasião, os bandidos abandonaram um veículo Peugeot  na região das Moreninhas para despistar a polícia. O grupo, então, passou  a cometer os crimes a bordo do Fiat Linea prata, comprado por R$ 8 mil com a venda de produtos furtados. Ferido no acidente e reclamando de dor de cabeça, Robert também foi levado à Santa Casa para receber atendimento médico.

Na casa de Daniel, foram localizados vários produtos de furtos e uma arma de brinquedo. O Fiat Linea foi apreendido e levado para a Derf  (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), onde o caso será investigado. 

Fonte: CAMPO GRANDE NEWS
Por Viviane Oliveira
Tecnologia do Blogger.