Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

CAPITAL| Com de 14 hectares, aterro interditado vai virar parque de esporte radicais no Noroeste

©DIVULGAÇÃO

O projeto estimado em R$ 5 milhões vai transformar o Bairro Noroeste e região Prosa, em referência no esporte de aventura e lazer na Capital. Com nome de "Parque de Esportes Radicais", o sonho de skatistas da capital também vai abrigar outras atividades como pista de mountain bike, pumptruck, stand up e escalada. 


O projeto assinado na quinta-feira (17) garante recurso da Prefeitura, Governo Federal e Caixa Econômica Federal, além de requalificar o local que agora terá mais qualidade de vida, cultura, esporte e turismo a Campo Grande.


Localizado na área do antigo aterro de resíduos sólidos do Jardim Noroeste, na BR 060, o parque tem cerca de 14 hectares de extensão, e além de atividades de aventura, terá pista de caminhada, garrafão de basquete, concha acústica, área de convivência, playgraund, e áreas para slackline.


Reynardt Peralta, presidente da associação de skate de Mato Grosso do Sul, acredita que o projeto vai colaborar com a formação de novos atletas. 


“A proposta do Parque é ótima e uma pista de nível nacional da para trazer vários eventos a nível nacional e internacional ,o que vai ajudar a puxar o nível dos atletas de MS para que eles possam competir nos esportes olímpicos, além de oportunizar a comunidade entorno do parque a prática de diversas atividades esportivas”, avalia. 


A criação do parque é uma medida estratégica urbanística e paisagística, por meio da recuperação desta transformando em uma área que promova a seus habitantes melhor qualidade de vida por meio da oferta de bem estar, de equilíbrio dos sistemas naturais, de socialização e estímulo a identidade da comunidade local.


A construção de um dos maiores e mais importantes parques esportivos da nossa cidade, um parque esportivo que vai ser referência nacional, talvez até internacional de esportes de aventura. 


A transformação do antigo aterro de entulhos na região do Noroeste, um espaço que não trazia benefício nenhum para a cidade que agora será um parque de esportes radicais que vai contar com uma das maiores pista de skate do Brasil. 


“Uma pista de pumptruck, pista mountain bike, um lago artificial para a prática da canoagem e stand up paddle, parede de escalada, uma concha acústica para fazer shows ao ar livre e sem dúvidas nenhuma muda a região, muda a possibilidade da prática esportiva dessas modalidades de esportes radicais que não tinham nenhuma estrutura como essa e que agora passa a ter e mais uma vez a gente mostra que cuidar da cidade é cuidar da qualidade de vida das pessoas”, afirma Rodrigo Terra, diretor-presidente da Fundação Municipal de Esportes.


Gestão de equipamentos esportivos 


Rodrigo lembra dos investimentos da administração para a abertura e melhorias dos parques. “Hoje graças ao trabalho de toda gestão já estão reformados ou estão em reforma como o ginásio Guanandizão, um dos maiores espaço esportivo não só da nossa cidade mas também do nosso estado. 


“Nós conseguimos recursos para reformar todos esses equipamentos esportivos mas também construir novos equipamentos esportivos importantes para a nossa cidade, há dias atrás nós assinamos um contrato com a Caixa garantindo recursos para a gente construir a nossa primeira piscina olímpica do Mato Grosso do Sul que vai colocar o nosso estado no cenário nacional”, finaliza Rodrigo.

Tecnologia do Blogger.