Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Servidor da Sefaz há 20 anos lucrou mais de R$ 50 mil com venda de produtos públicos

Na casa dele ainda foram encontrados R$ 4 mil de origem ilícita

Material foi apreendido na casa do servidor ©Henrique Arakaki
O servidor investigado e indiciado nesta quinta-feira (13) por peculato trabalhava na Sefaz-MS (Secretaria de Fazenda de Mato Grosso do Sul) há mais de 20 anos. Nos últimos dois anos ele passou a revender produtos de patrimônio público para lucrar.

Vizinhos desconfiavam do servidor, que teve também o carro oficial que usava para transporte apreendido, e denunciaram à polícia. Assim, conforme o delegado Ricardo Meirelles, da 3ª Delegacia de Polícia Civil, foi mais de um ano de investigação do caso. Neste período foram comprovados os fatos e testemunhas foram ouvidas.

Após as investigações, foi feito o pedido de busca e apreensão e o mandado cumprido nesta manhã na casa do servidor, na Vila Bandeirantes. Então, no local foram encontrados materiais de origem pública, inclusive caixas de folha sulfite, além de R$ 4 mil oriundo da prática criminosa.

Também segundo o delegado, o servidor chegava a revender as folhas para editoras e gráficas em Campo Grande. Com isso, conseguiu lucrar aproximadamente R$ 50 mil com o ato ilícito e acabou indiciado por peculato. Ainda segundo o delegado, o crime pode garantir pena de até 12 anos de prisão.

Até o momento a polícia acredita que o servidor agia sozinho, sem comparsa, mas o caso seguirá em investigação e também deve ser aberto processo administrativo.

Fonte: Midiamax
Por: Renata Portela e Danielle Errobidarte

Tecnologia do Blogger.