Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Sebrae e Prefeitura de Campo Grande assinam termo para capacitar mulheres vítimas de violência

Acordo pioneiro no país prevê curso de empreendedorismo para mulheres atendidas na Casa da Mulher Brasileira

Iniciativa é pioneira no país e irá contemplar mulheres atendidas na Casa da Mulher Brasileira
Visando apoiar a autonomia financeira das mulheres vítimas de violência doméstica, o Sebrae e a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais e a Subsecretaria de Políticas para a Mulher assinaram um termo de cooperação nesta sexta-feira (28). O acordo prevê a oferta de curso gratuito de empreendedorismo para as mulheres.

A ação integra a campanha Agosto Lilás, que visa conscientizar a sociedade para o fim da violência contra a mulher. O “Programa Mulher Empreendedora - Reescrevendo Sua História” foi criado pelo Sebrae/MS para as mulheres em situação de vulnerabilidade, colocando o empreendedorismo como alternativa para romper o ciclo da violência.

Segundo a diretora-técnica do Sebrae/MS Maristela França, o trabalho visa a transformação social por meio do empreendedorismo. “É um trabalho de inclusão social pelo empreendedorismo, a metodologia tem 20 horas e será aplicada com o acompanhamento psicossocial”.

A iniciativa é pioneira no país e irá contemplar as mulheres atendidas na Casa da Mulher Brasileira. Campo Grande foi a primeira capital que recebeu o espaço, inaugurado pelo Governo Federal em 2015. O complexo reúne em um só local todos os serviços especializados para a mulher vítima de violência: delegacia, defensoria, equipe psicossocial e orientação para emprego e renda, entre outros.

Para a subsecretária de Políticas para a Mulher e superintendente da Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande, Tai Loschi, a parceria é significativa. “É um compromisso que vai de encontro à autonomia econômica das mulheres que foram atendidas aqui e precisam ter sua autonomia. Essas mulheres têm muitas possibilidades, dentro do conhecimento delas, mas precisam ter uma formação”.

A ação desenvolvida pelo Sebrae integra o programa de Empreendedorismo Feminino criado pela instituição. “Temos em Mato Grosso do Sul um projeto de empreendedorismo feminino, que nasceu em nosso estado há quase 10 anos, e que hoje já está em 16 unidades da federação”, complementa a diretora-técnica do Sebrae/MS, Maristela França.

Autonomia feminina

A capacitação on-line inicia em outubro e é gratuita. São ao todo 20 horas, divididas em seis módulos com dois encontros por cada um. O curso abordará os temas Fortalecendo a Identidade Feminina, Cultivando a Autoestima, A Mulher Empreendedora e Tornando-se uma Mulher Empreendedora.

Inicialmente, serão escolhidos dois grupos com 20 mulheres em cada um para receber a formação. Entre os benefícios para as participantes, está a capacitação em empreendedorismo e gestão de negócios, com certificado e a aceleração para o desenvolvimento de projetos de impacto social.

ASSECOM/SEBRAE-MS
Tecnologia do Blogger.