Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Com 5 casos de covid, Assembleia fecha plenário e reduz servidores no prédio

As sessões serão agora 100% on line e vai se reduzir os funcionários nos gabinetes

Entrada do prédio da Assembleia Legislativa, em Campo Grande ©DIVULGAÇÃO
Com cinco casos confirmados de covid-19, a Assembleia Legislativa resolveu fechar o plenário para as sessões, que agora serão 100% on line, com todos os deputados de suas residências. Além disto, haverá uma nova redução de funcionários dentro do prédio da Casa de Leis.

O presidente da Assembleia, o deputado Paulo Corrêa (PSDB), e mais quatro servidores da Casa de Leis foram diagnosticados com coronavírus. Todos estão isolados e foram afastados das atividades presenciais.

Durante a sessão de hoje (14), feita de forma virtual, Corrêa colocou em votação a possibilidade de que as atividades a partir de agora sejam 100% on line e que haja uma redução dos funcionários no prédio. “Intenção é ter um funcionário em cada gabinete por turno, ou seja, um de manhã e outro a tarde”, explicou o presidente.

A medida foi aprovada de forma unânime pelos deputados, que ainda apresentaram outras sugestões. Pedro Kemp (PT), por exemplo, adiantou que já “fechou seu gabinete”, até que haja um controle da pandemia no Estado e em Campo Grande. “Os especialistas dizem que estamos no pico da doença, por isso esta ação é necessária”.

Eduardo Rocha (MDB) e Herculano Borges (SD) relataram que muitos funcionários demonstraram “aflição”, após os casos positivos da doença na Assembleia, por isto são favoráveis a medidas mais restritivas. “Precisamos destas medidas, de lacrar o plenário e fazer nova desinfecção do prédio”, disse o emedebista.

Com esta decisão, a mesa diretora da Assembleia vai publicar novo ato com as regras de como vai funcionar o prédio e as atividades do Legislativo. O presidente adiantou que as novas restrições não tem prazo fixado para terminar. 

Por Leonardo Rocha
Tecnologia do Blogger.