Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

SAÚDE| Paciente com Lúpus reclama de dificuldade em encontrar cloroquina em farmácias de Campo Grande

Medicamento que estava sendo usado para tratamento para a Covid-19 estaria em falta em drogarias e farmácias.

Paciente trata de doença há 3 anos
Uma moradora de Campo Grande, que trata de Lúpus, reclama que está tendo dificuldades em encontrar o medicamento hidroxicloroquina nas farmácias e drogarias da cidade, nos últimos dias. Por conta da pandemia do novo coronavírus, remédio estava sendo usado como tratamento para a Covid-19.

A psicóloga Kamila Saravi Ferro Ely conta que trata de Lúpus, uma doença autoimune, há cerca de três anos. Embora o uso da cloroquina não tenha eficácia comprovada cientificamente no tratamento de coronavírus, a paciente relata que o remédio “sumiu” das unidades.

“Tem mais de uma semana que entrei em contato com várias farmácias particulares, farmácias de bairro, de centro, e todo mundo fala que não tem. Uma atendente me informou que farmácias manipuladas estavam fazendo. Liguei em uma, faltava matéria-prima, liguei em outra e também não tinha”, disse.

Ainda segundo Kamila, além da dificuldade em encontrar locais que tenham hidroxicloroquina em estoque, antes da pandemia, comprava a medicação por em média de R$ 68 a R$ 88, porém, se assustou quando encontrou o mesmo remédio pelo triplo do que paga normalmente. Vale ressaltar que a falta deste medicamento para tratamento de Lúpus pode causar vários prejuízos aos pacientes. A doença que estava sendo controlada pode ser ativada, gerando danos nos rins, sistema nervoso, sangue, pele e articulações.

“Liguei em uma farmácia manipulada e estava R$ 300 a caixa com 30 cápsulas. A menina ainda brincou que a procura está sendo muita, dando a entender que por ter muita procura, aumentaram o preço. Consegui por uma indicação, outra (unidade) por R$ 170, ainda sim um absurdo, mas já estava há 4 dias sem tomar minha medicação. Depois do apelo que coloquei no Instagram, várias pessoas me ajudaram. Consegui encontrar, mas continuo na saga, porque daqui 30 dias será a mesma coisa”, lamenta.

Fonte: Midiamax
Por: Karina Campos
Tecnologia do Blogger.