Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

PANDEMIA| Após mortes, prefeitos voltam a discutir medidas de restrição

Prefeitos de Ponta Porã e Corumbá marcaram reuniões em suas cidades para próxima segunda-feira (15)

Prefeito Hélio Peluffo (PSDB) durante coletiva de imprensa em maio ©Ponta Porã Informa
Após as mortes dos primeiros moradores das cidades de Ponta Porã e Corumbá, ambos os prefeitos já marcaram reuniões para próxima segunda-feira (15), em suas cidades, para discutirem medidas preventivas e de restrição, devido a pandemia do coronavírus.

O prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo (PSDB), disse que vai se reunir na próxima segunda (15) com representantes da classe produtiva e Associação Comercial, para discutir medidas de prevenção e ações que podem ser tomadas na cidade. Ele ponderou que a "baliza" continua sendo a ocupação de leitos na cidade, que por enquanto está em 20%.

“Nós fizemos a flexibilização do comércio com critério, mas é muita coisa para fiscalizar ao mesmo tempo, nós insistimos também com a população para manter o isolamento, mas ainda vejo muita gente na rua, isto nos preocupa”, disse ele.

Ontem (11) morreu em Ponta Porã, o policial civil Waldir Rojas, de 52 anos, que estava internado há 15 dias no Hospital Regional da cidade. Ele tinha pressão alta e descobriu no final de maio que estava com coronavírus.

Comitê – O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PSDB), também adiantou que devido a morte do primeiro morador da cidade, já marcou para próxima segunda (15) uma reunião com o comitê de combate ao covid-19, que foi montado pela gestão para definir as regras e medidas a serem adotadas.

Em Corumbá a morte foi de um homem de 53 anos, que estava internado desde o dia 1° de Junho, na Santa Casa. Ele morreu nesta madrugada (12), por volta das 3h da manhã, de infarto. Segundo o município, a vítima tinha histórico de hipertensão e diabetes e foi diagnosticado com coronavírus desde 29 de maio.

Mato Grosso do Sul já registrou 3.001 casos de coronavírus, tendo até o momento 28 mortes confirmadas, o que mostra uma taxa de letalidade de 0,9%. Em Ponta Porã são 47 casos da doença, enquanto que Corumbá já chegou a 121 (casos).

Por Leonardo Rocha
Tecnologia do Blogger.