Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Mato Grosso do Sul já contratou mais de R$ 1 bilhão em recursos do FCO

©DIVULGAÇÃO
Dos R$ 2 bilhões em recursos disponíveis para financiamento em 2020 via FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) em Mato Grosso do Sul, metade já foi contratado. Até o momento somam 1.699 operações realizadas ou em andamento e R$ 1,080 bilhão financiado entre os setores rural e empresarial.

Os dados são repassados pelo Banco do Brasil à Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), que preside o Conselho do FCO. Nesta segunda-feira (22) ocorreu a 6ª reunião ordinária do Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO realizada por videoconferência.

Até o momento o setor rural realizou 848 operações e contratou R$ 485 milhões, outros R$ 155 milhões referentes a 355 operações, estão internalizadas no banco, o que significa que estão em fase de contratação. No setor empresarial são 600 propostas que somam R$ 200 milhões contratados e outras 96 operações que totalizam R$ 45 milhões em fase de financiamento.

Apesar dos impactos econômicos gerados pelo novo coronavírus, o secretário Jaime Verruck, afirma que a demanda por recursos do FCO continua aquecida. “Estamos recebendo normalmente os pedidos por meio das cartas-consultas, o que demonstra que o setor econômico segue caminhando, principalmente o rural”, destaca ele ao lembrar que apenas na reunião de segunda-feira foram analisadas 100 cartas-consultas.

Setores em alta

A contratação de recursos do FCO para aquisição de máquinas agrícolas segue como a linha mais demandada por produtores, seguido da armazenagem, que também recebe vários pedidos para financiamento. Na reunião desta segunda-feira, foram aprovados R$ 40 milhões para a suinocultura, em projetos em Dourados e Camapuã, indicativo de que o setor está aquecido.

“O FCO representa um importante financiador do desenvolvimento, como vemos na suinocultura, por exemplo. O setor tem expandido muito com o auxílio do recurso. Também percebemos a contratação em áreas novas, que antes não eram tradicionais do agronegócio e que estão em crescimento”, afirma o secretário Jaime Verruck.

Modernização

Durante a 6ª reunião ordinária do CEIF foi aprovado a liberação de processos com assinatura digital, o que moderniza o processo, dando mais agilidade à operação, que reduz a emissão de documentos físicos e o tempo de espera pelas assinaturas. Na oportunidade também foram encaminhadas as diretrizes para o FCO e FDCO 2021.

A reunião também atualizou os valores para aquisição de fêmeas bovinas dentro do FCO Rural, atendendo a demanda dos produtores, por meio da Famasul. Dessa forma, fêmeas de 12 a 24 meses poderão ser financiadas por até R$ 1,5 mil e de 24 a 36 meses por até R$ 1,750 mil.

Por: Priscilla Peres, Semagro
Tecnologia do Blogger.