Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Deputado Barbosinha pede leitos de UTI e urgência para enfrentar Covid-19 em Dourados

©DIVULGAÇÃO
O deputado Barbosinha (DEM-MS) se reuniu na manhã desta quinta-feira (18) com o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende, e pediu a instalação, em caráter de urgência, de, pelo menos, 10 leitos de UTIs no Hospital da Vida, destinados exclusivamente para o atendimento de pacientes com a Covid-19 em Dourados.

Diante da crise que se instalou com o avanço da pandemia do coronavírus no Município, o parlamentar solicitou ao secretário que intervenha para a liberação de monitores multiparamétricos que vão permitir a ativação dos dez respiradores pulmonares portáteis colocados à disposição do Hospital da Vida, mas que permanecem sem funcionamento.

“Estamos fazendo esse pedido em caráter de urgência, urgentíssima. O Hospital da Vida possui leitos habilitados, mas eles não estão prontos para atender os pacientes com Covid-19, o que só agrava a situação da saúde no município”, ponderou Barbosinha.

Dourados aparece no mais recente boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira, com 1. 472 casos confirmados da doença. “Isso é muito grave, ainda mais considerando que existem outros 1.152 exames ainda não encerrados para o diagnóstico da Covid e a nossa principal preocupação é que pessoas irão morrer sem respiradores se não tiver tomada de providências urgentes”, relatou o deputado no encontro com o secretário de Saúde do Estado.

Barbosinha protocolou, na sessão de quarta-feira (17) da Assembleia, requerimento com pedido de informações sobre quantos leitos existem, de fato, disponíveis para atender os pacientes com a Covid-19. “As informações que chegam até nós é que existe uma quantidade habilitada no mapa hospitalar e que não é a mesma quantidade que está disponível para o tratamento específico dos pacientes com a doença”, explica o deputado.

Ações propositivas

Barbosinha entende que esse é o momento, que define como “de extrema gravidade”, para que todos se unam em busca de soluções. “Já sugeri algumas ações para minimizar os impactos da doença no município, como o estudo de viabilidade para que o prédio em que funcionou o Hipermercado Extra, em Dourados, fosse transformado em um hospital de base ou hospital de campanha e que o local pudesse ainda ser utilizado para a realização de exames rápidos em pacientes com suspeita de Covid- 19, através do sistema Drive-Thru”, lembrou.

Recentemente, o deputado também solicitou maior sintonia entre os poderes para atender a comunidade indígena da cidade e pediu a destinação de recursos federais, por parte do Ministério da Saúde, para a implantação de um hospital de campanha/de base no interior das aldeias Bororó e Jaguapiru, advertindo para a deficiente infraestrutura da Reserva, “onde falta até água, o item mais exigido pela recomendação das autoridades sanitárias contra a pandemia”.

Barbosinha constata que, diante da realidade do setor de saúde e prevenção existente em Dourados, o que se vê é uma estrutura hospitalar “extremamente preocupante e insuficiente para uma eventual necessidade de atendimentos em massa da população infectada com o vírus”.

Ao final do encontro, o secretário Geraldo Resende se comprometeu em estudar a viabilidade e intermediar junto ao Governo e o Ministério da Saúde, no sentido de atender à solicitação do parlamentar.

Por: Luciana Bomfim
Tecnologia do Blogger.