Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

CAPITAL| Vereadores aprovam projeto da LDO com acréscimo de 61 emendas

Foram apresentadas 242 emendas ao projeto, no entanto apenas 25% entraram no texto final

Vereadores durante sessão na Câmara Municipal ©DIVULGAÇÃO
Com 61 emendas, os vereadores aprovaram o projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que prevê o orçamento de R$ 4,33 bilhões para Campo Grande, em 2021. Esta projeção representa o crescimento de 0,70% em relação ao ano anterior.

A proposta da LDO mostra as prioridades da gestão municipal, além de dar uma prévia sobre a receita do ano que vem no município. Esta projeção será reforçada em outubro, quando o prefeito Marquinhos Trad (PSD) enviar a peça orçamentária do ano.

Ao todo foram apresentadas 242 emendas ao projeto, no entanto apenas 61 tiveram a devida aprovação e entraram no relatório final da Câmara Municipal. Segundo os parlamentares, muitas (emendas) foram aglutinadas por se tratarem dos mesmos temas.

As áreas de infraestrutura urbana e rural e o setor de meio ambiente lideraram a indicação das emendas feitas pelos vereadores, com 14 sugestões ao texto final. Depois aparecem temas como política institucional e sociocultural, com 12 cada. A saúde pública também recebeu 10 (emendas) e outras oito seguiram para educação.

Segundo a prefeitura, existe a previsão de crescimento de 0,70% da economia, no entanto termos reais, sem considerar a inflação ou deflação, há uma queda de 4,33% para o próximo ano.

O secretário estadual de Planejamento e Finanças, Pedro Pedrossian Neto, disse que a projeção pode sofrer mudanças ao longo do ano, em função da pandemia do coronavírus. Ele lembrou que caso não tivesse a ajuda federal, a prefeitura poderia ter problemas para pagar os salários dos próximos meses, em função da queda de arrecadação.

Por Leonardo Rocha 
Tecnologia do Blogger.