Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Governador anuncia exame domiciliar a pessoas com sintomas de coronavírus e sem condições de deslocamento

Anúncio foi feito no MS-1 da TV Morena nesta segunda-feira

Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) concedeu entrevista nesta segunda-feira ao MS-1 da TV Morena ©Reprodução/TV Morena
O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (23), no MS-1 da TV Morena uma série de novas medidas para enfrentamento a pandemia do coronavírus.

Uma das principais foi que o Corpo de Bombeiros vai lançar um serviço especial de atendimento, através de um número de telefone, que possibilitará que 12 militares façam exames em casa de pessoas que têm sintomas graves da doença e não conseguem se deslocar até o local do atendimento, em especial os idosos.

Além disso, Azambuja disse que nos próximos três meses o governo do estado vai suspender a cobrança das contas de água dos consumidores que são beneficiados com a tarifa social nos 68 municípios atendidos pela Sanesul. Em relação aos que não são beneficiados, ele disse que haverá a negociação caso a caso.

O governador disse que já está aguardando a publicação pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira de uma resolução que vai nortear a questão da tarifa de energia elétrica neste período.

Além das novas medidas o governador lembrou que já foram implantadas uma série de outras ações:
  • Implementação do Centro de Operações de Emergência do coronavírus (COE) no final de janeiro;
  • Suspensão de férias dos profissionais da saúde e bombeiros;
  • Proibição de eventos públicos;
  • Definição com reitores de interrupção das aulas nas universidades;
  • Suspensão das aulas presenciais na rede estadual de ensino;
  • Compra emergencial de cinco mil kits de testes para o covid-19 – governo federal já esta mandando 480;
  • Implantação de 207 novos leitos em todo o estado, além dos 515 existentes;
  • Regulamentação do home office/tele-trabalho;
  • Fechamento dos parques estaduais e centros esportivos;
  • Suspensão das visitas aos presídios;
  • Apoio e trabalho conjunto com as forças federais, para o fechamento das fronteiras;
  • Decreto de emergência na Saúde;
  • Encaminhamento à Assembleia Legislativa, de decreto legislativo para implantar estado de calamidade pública;
  • 70.000 doses de vacinas contra gripe e na próxima semana aguardar-se outro envio.

Por G1 MS
Tecnologia do Blogger.