Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Saúde consegue R$ 125 milhões em recursos federais para os próximos anos

Investimentos serão feitos na compra de equipamentos para diversos hospitais, custeio de ações na Média e Alta Complexidade nos municípios e ampliação do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS)
Projetos e emendas encaminhadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES), garantem aporte de R$ 125 milhões em recursos federais para Mato Grosso do Sul em 2020. “Em 40 anos de existência de nosso Estado, nunca Mato Grosso do Sul teve tantos recursos federais para investimento na área de saúde. Isso é consequência do trabalho da equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES) em conjunto com os técnicos do Ministério da Saúde, bem como da boa interlocução do governador Reinaldo Azambuja junto ao governo federal”, explica o secretário de Saúde, Geraldo Resende.

Segundo ele, esses recursos vão garantir melhorias em todas as áreas, desde compra de equipamentos, construções e ampliações de unidades de saúde, oferta maior de consultas, exames, internações e outros serviços. “Essas conquistas se devem também a outros fatores, como as parcerias com os municípios, a atenção especial do ministro Luiz Mandetta para o nosso Estado, o apoio das bancadas federal e estadual”.

O dinheiro que o Governo Federal vai repassar para Mato Grosso do Sul, por meio do Ministério da Saúde, está dividido em recursos para equipamentos (somando emendas parlamentares individuais e de bancada, além de recursos de programação do Ministério da Saúde), para custeio da Média e Alta Complexidade (MAC) e para obras.

Equipamentos

O Governo do Estado já assegurou também recursos para equipar o Hospital Regional de Três Lagoas, que deve ser concluído em março deste ano
A compra de equipamentos para diversas unidades hospitalares de Mato Grosso do Sul este ano vai demandar um aporte de R$ 85.159.746,00. Somente para o Hospital Regional de MS, haverá investimentos de R$ 38.602.982,00, que serão utilizados na compra de mais de 1.100 equipamentos, como mamógrafo, aparelhos de Raios-X móvel e digital, eletrocardiógrafo, sistema de hemodinâmica, endoscópio flexível, eletroencefalógrafo, computadores, autoclaves, lavadoras termodesinfectoras, aparelho de anestesia com monitor multiparâmetros, arco cirúrgico, sistemas de videoendoscopia, entre outros.

O Hospital Regional de Três Lagoas, cujas obras devem estar concluídas em março, terá um repasse de R$ 34.890.428,00, possibilitando a compra de todos os equipamentos necessários para o funcionamento daquela unidade, desde ressonância nuclear magnética até mobílias hospitalares, num total de mais de 3.600 itens.

Também estão programadas aquisições de aparelhos para o Hospital Regional José de Simone Netto, de Ponta Porã (R$ 5.471.397,00); Hospital de Cirurgias da Grande Dourados, com R$ 3.556.173,00, e para o Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), que terá R$ 541.120,00.
O Hemocentro Coordenador também será contemplado com recursos federais
Receberão investimentos ainda a Rede Hemosul MS, no valor de R$ 1.732.990,00. Destes, R$ 1.283.000,00 para o Hemocentro Coordenador em Campo Grande e R$ 449.990,00 para as demais unidades da rede. Para o banco de leite humano haverá um repasse de R$ 79.890,00. Essas conquistas são resultantes de emendas parlamentares individuais, da bancada federal e recursos de programação do Ministério da Saúde.

Média e Alta Complexidade

A Média e Alta Complexidade em Mato Grosso do Sul vai receber, em investimentos novos, R$ 26.407.797,00 para custeio dos hospitais da SIAS, de Fátima do Sul, com R$ 1,3 milhão; Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Glória, de Glória de Dourados, com R$ 200 mil; o Hospital Rachid Saldanha Derzi, de Sonora, com R$ 250 mil. A Secretaria de Estado de Saúde, por sua vez, disporá de R$ 22,7 milhões para investir em outras ações deste setor.

Compõem os recursos destinados às ações, além de programas do Ministério da Saúde, emendas de membros atuais e ex-componentes da bancada federal de Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional.

Obras

A Secretaria de Estado de Saúde ainda conquistou, junto ao Ministério da Saúde, R$ 13.401.850,00 para obras de ampliação no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS), na construção do CRER-MS (Centro de Reabilitação e Readaptação Estadual), valor que somado a um convênio assinado em 2015 (de R$ 8.874.908,25) totaliza R$ 22.276.758,25. O Estado vai investir, em recursos próprios, R$ 10.408.190,00, somando investimentos de R$ 32.684.948,25.


Por: Ricardo Minella – Secretaria de Estado de Saúde (SES)
Tecnologia do Blogger.