Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

CHAPADÃO DO SUL| Suspeita de matar menina de 13 anos no interior de MS é transferida para hospital de Campo Grande

Ela está gestante, passou mal e teve a prisão preventiva decretada.

Corpo de adolescente foi encontrado com as mãos e pés amarrados enterrado em uma lavanderia, em Chapadão do Sul (MS) ©Facebook/Reprodução
A mulher de 30 anos que confessou ter escondido o corpo de Ingrid Lopes Ribeiro, de 13 anos, em Chapadão do Sul, teve a prisão preventiva decretada e segue hospitalizada. Ela, que está gestante, passou mal ao ser autuada em flagrante por ocultação de cadáver, foi levada para o hospital da cidade e agora está em uma unidade de saúde de Campo Grande, sob escolta policial.

De acordo com o delegado Felipe Potter, a polícia agora aguarda decisão da Justiça sobre o pedido de internação do adolescente de 15 anos que confessou participação na morte de Ingrid e na ocultação do corpo dela.

Os dois são apontados pela polícia como responsáveis pela morte de Ingrid, que estava desaparecida desde outubro de 2019 e teve o corpo encontrado dia 22 de janeiro, enterrado na casa da mulher presa.

A polícia chegou até a casa da suspeita, onde o cadáver estava enterrado, após denúncias. A mulher disse aos policiais que apenas cedeu o local para esconder o corpo, a pedido de envolvidos com o tráfico de drogas que seriam de outra cidade.

No dia seguinte a Polícia Civil chegou até o adolescente, que foi ouvido junto do pai, e liberado em seguida porque não havia flagrante e nem mandado contra ele.

O adolescente contou à polícia que esfaqueou, deu machadadas e enterrou o corpo da garota. Tudo a pedido e com ajuda da mulher. Ela teria ficado com ciúmes de um possível relacionamento entre a vítima e o ex dela.

Por G1 MS
Tecnologia do Blogger.