Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Pacientes com câncer voam de graça para Barretos

Mulheres que sofrem com câncer de mama são as atendidas pelo projeto

Zaira, umas das pacientes beneficiadas pelo projeto, com Ivana Carvalho, coordenadora de cultura do Hospital de Amor ©DIVULGAÇÃO
Na luta contra o câncer de mama, algumas iniciativas amenizam os impactos durante o tratamento da doença, que possui maior incidência na população feminina. É o caso da parceria entre a companhia aérea Azul e o Hospital de Amor de Barretos, que juntos idealizaram o ‘Conexão Azul Rosa’, um projeto social que oferece passagens de avião para pacientes que precisam de transporte durante o tratamento. 

O projeto, que existe desde 2017, já disponibilizou viagens gratuitas de avião para 90 pacientes de diversas regiões do Brasil e seus acompanhantes, que vão principalmente para a cidade de Barretos (SP), sede do Hospital de Amor, ou para outros hospitais parceiros. O intuito é minimizar o desconforto durante o deslocamento das mulheres nas longas viagens necessárias para chegar ao destino do tratamento. A sul-mato-grossense Zaira Marilza Leite, 41 anos, foi uma das mulheres beneficiadas pelo Conexão Azul Rosa. 

Residente em Rio Verde, Zaira foi diagnosticada com câncer de mama e precisou realizar sessões de radioterapia em Barretos, quando teve a batalha amenizada em função do auxílio. “A viagem de avião trouxe uma leveza para o tratamento. É muito pesado saber que se tem câncer e foi uma aventura que transformou o tratamento. A semana passou melhor. Me senti amada, abraçada”, diz. 

Desde o início do projeto, a Azul destinou cerca de R$400 mil em passagens aéreas para as pacientes do Hospital de Amor, ligado ao Hospital do Câncer de Barretos. “Com o Conexão Azul Rosa, usamos o poder da aviação para transportar essas mulheres com conforto e comodidade para os diversos centros de tratamento do Hospital de Amor” explica Carolina Constantino, gerente de Comunicação e Responsabilidade Social da companhia aérea. Na nova fase do Conexão Azul Rosa, que ocorre entre outubro deste ano e outubro de 2020, o intuito é beneficiar 15 novas pacientes. 

O câncer de mama é o tipo de neoplasia que mais acomete mulheres no país. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa para 2019 é que 59,7 mil novos casos da doença sejam diagnosticados. Ainda segundo o INCA, a estimativa para o Mato Grosso do Sul neste ano é que, a cada 100 mil mulheres, 830 venham a ser acometidas pelo câncer de mama. A detecção precoce é fundamental para que o tratamento seja bem sucedido, levando a maior probabilidade de cura. 

CAMPO GRANDE

A capital do Mato Grosso do Sul conta com uma unidade de prevenção do Hospital de Amor desde 2013, onde são realizados diversos procedimentos de diagnóstico do câncer. O atendimento à população é gratuito, através do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo realizadas no local consultas, mamografias, papanicolau, colposcopias, biópsias e pequenas cirurgias de mama e colo de útero. O instituto também conta com uma unidade móvel, que percorre os bairros da cidade realizando mamografias e papanicolau. Por mês, são oferecidas duas mil vagas para mamografias, tanto na carreta como na unidade fixa do hospital. 

Para marcar atendimento, não é necessário encaminhamento médico. O agendamento para procedimentos pode ser feito pelo telefone (67) 3304-6600. Para realizar a mamografia, a paciente precisa ter entre 40 e 69 anos. O Hospital de Amor fica na Avenida Vereador Thyrson de Almeida, 3103, no Jardim Aero Rancho.

Fonte: CE
Por: ALÍRIA ARISTIDES
Tecnologia do Blogger.