Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Comportamento agressivo de garota levou à descoberta de estupros diários

Padrasto da vítima foi preso pela Polícia Civil e mãe poderá responder por omissão

©ILUSTRAÇÃO
A justiça decretou nesta segunda-feira (30) , durante audiência de custódia, a prisão preventiva de um homem preso em flagrante pela Polícia Civil na sexta-feira (27) passada, em Água Clara, a 193 quilômetros de Campo Grande, pelo estupro da enteada de 14 anos. O crime foi descoberto após comportamento agressivo demonstrado pela vítima. A garota informou que era violentada quase que diariamente há aproximadamente dois anos.

De acordo com a Polícia Civil, a adolescente estava agressiva na escola e, diante da suspeita de que poderia estar sofrendo violência no ambiente familiar, foi levada para depoimento especial na delegacia. Acompanhada do Conselho Tutelar, ela relatou que era estuprada mediante ameaça e que, inclusive, na noite anterior ao depoimento havia sido violentada pelo padrasto, mediante grave ameaça e com consentimento da mãe (de criação).

Diante dos relatos, a equipe de investigações foi à residência do casal e encaminhou os dois para prestarem esclarecimentos. Ao acessar os telefones cedidos pelos suspeitos, os policiais encontraram várias conversas de caráter sexual do homem com a adolescente, confirmando o que ela havia denunciado. Foi realizado exame sexológico forense na vítima, ocasião em que foi encontrado encontrado material genético colhido para análise de DNA. 

Ao menos uma testemunha confirmou ter presenciado a adolescente sendo estuprada. A mãe da garota pode responder por omissão. As investigações continuam, afirma a polícia.

Fonte: Midiamax
Por: Renan Nucci
Tecnologia do Blogger.