Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Maio Laranja: Herculano Borges apresenta balanço das ações de 2019

Deputado apresenta relatório das atividades do Maio Laranja

©DIVULGAÇÃO/ALMS
O deputado estadual Herculano Borges (Solidariedade), autor da Lei 5118/2017, que criou o Maio Laranja, falou nesta manhã (4) de alguns resultados das ações realizadas por todo o Estado. “Durante uma palestra ministrada pelo Conselho Tutelar, em uma escola rural na cidade de Água Clara, duas crianças tiveram a coragem de denunciar os possíveis criminosos, o padastro que mantinha a mãe em cárcere privado e cometia os abusos em casa com a vítima e o motorista do ônibus escolar”, informou.

Com o objetivo de preservar a integridade das crianças, o deputado Herculano Borges explicou que, em ambos os casos, já foi pedida a prisão preventiva dos suspeitos. “É por isso que é muito importante a verticalização da lei. Oito cidades já criaram já criaram leis municipais para ampliar as ações. A cada município que ela chega, por meio das ações, palestras e atividades, é possível esclarecer a um número maior de pessoas, principalmente as crianças e adolescentes sobre o que pode estar acontecendo de invasivo com o corpo delas dentro ou fora de casa”, detalhou. 

“Entre as atividades realizadas nesta edição contamos com audiências, palestras, entrevistas para TVs, rádios e sites, veiculação dos materiais de campanha em mídias sociais, somando a presença de 1745 mil crianças, 2900 adolescentes e 1200 adultos nas palestras, totalizando aproximadamente 6000 pessoas. Já o alcance com as mídias sociais totalizou aproximadamente 800 mil pessoas”, explicou o deputado Herculano Borges.

O deputado também agradeceu ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Corrêa (PSDB). “Obrigado a todo o apoio dado pela Casa de Leis e pela Mesa Diretora à Campanha do Maio Laranja, em todas as ações que precisamos da estrutura da Casa de Leis, realizadas interna ou externamente, agradeço às equipes que trabalharam e à imprensa. Esta Casa de Leis está fazendo muito bem o seu papel de ajudar a cumprir o dever da família e da escola, de proteger a criança e o adolescente”, enfatizou.

Por: Christiane Mesquita

Tecnologia do Blogger.