Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Expomara 2019: Famasul destaca atuação dos produtores rurais e apresenta demandas do setor

Evento foi realizado nessa quarta-feira na sede do Sindicato Rural de Maracaju

©DIVULGAÇÃO


O presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, participou, nessa quarta-feira (05), da abertura oficial da Expomara 2019 – Exposição Agropecuária de Maracaju, em município localizado a 160 quilômetros de Campo Grande.

Durante o evento, Saito solicitou ao governador de MS, Reinaldo Azambuja, uma demanda específica para os agricultores do estado. “Pedimos que haja uma flexibilização na questão da paridade do milho, que está altamente demandado no mercado internacional, considerando a possibilidade de redução do estoque mundial da matéria-prima. Por isso, fazemos este pedido para que possamos exportar um volume maior. Porque, sem dúvida nenhuma, nós superaremos todas as produções anteriores”.

Em resposta ao setor produtivo, o Governador de MS, Reinaldo Azambuja, ponderou: “É muito importante sentar e discutir esse tema, como já aconteceu há dois anos e o Estado vai flexibilizar as exportações do milho para que possamos ter uma equação maior”. Sobre o sistema sindical, Azambuja afirmou: “Se quisermos uma agropecuária forte teremos que fortalecer as instituições, só assim teremos representatividade”.
©DIVULGAÇÃO
O anfitrião, presidente do Sindicato Rural de Maracaju, Christiano Binz, comemorou os 50 anos de realização da Expomara e falou da atuação da instituição no desenvolvimento local. “O sindicato tem como objetivo representar, pleitear e tomar medidas úteis para o produtor rural”, afirmou Binz, enfatizando a importância da educação rural. “Com o Senar/MS realizamos em um ano 150 cursos”.

Sobre o trabalho de representatividade rural, o presidente do sindicato acrescentou: “A Famasul atua em 137 conselhos, comissões e comitês, na área trabalhista, ambiental, logística, entre outros”.

Representando a Câmara Municipal, a vereadora Marinice Penajo, contou a história do município associada ao agro. “Este ano, Maracaju completa 98 anos. Nossa cidade foi fundada por produtores rurais”.

O vice-prefeito, Juarez Sanchez, também reforçou o papel do setor produtivo para o crescimento do município. “O agro, a pecuária faz parte da minha vida. Em pouco tempo, Maracaju cresceu muito e isso nos traz a certeza que estamos no caminho certo”.
©DIVULGAÇÃO
Homenagem – O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, prestou homenagem aos ex-presidentes do Sindicato Rural de Maracaju, durante o evento: Juliano Schmaedecke (atual presidente da Aprosoja/MS); Antônio Carlos Correia de Lima; Luciano Muzzi Mendes (atual presidente da Fundação MS); Arthêmio Olegário Júnior (presidente da Coopsema); Eduardo Corrêa Riedel (atual secretário de Governo); Luis Alberto Moraes Novaes (atual vice-presidente do Sistema Famasul) e Christiano Binz (atual presidente do sindicato).

Ao Juliano Schmaedecke, o presidente da Famasul entregou uma placa de agradecimento pelo período de atuação à frente do sindicato. “Quero saudar a todos os ex-presidentes e dizer quando há o reconhecimento do passado é que podemos estabelecer as metas do futuro”.

Além das autoridades já citadas, participaram do evento o diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni; o delegado de Polícia Civil, Amylcar Eduardo Paracatu; o comandante da Polícia Militar, Coronel Juracy Pereira; o tenente Willian Douglas Oliveira dos Santos, do Corpo de Bombeiros; o superintendente do Branco do Brasil, Sandro Jacob e o presidente Sicredi Pantanal, Emerson Perosa.


Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul 
Por: Ana Brito
Tecnologia do Blogger.