Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Mortos por PM: vítimas reconhecem por WhatsApp ladrões que fizeram arrastão

Imagens circularam na internet e pelo menos sete pessoas os identificaram

Dupla foi morta por policial nesta sexta-feira ©DIVULGAÇÃO
Dois suspeitos de arrastão morreram em confronto com policial militar de folga no início da tarde desta sexta-feira (12), no centro de Ponta Porã, a 298 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. As imagens dos corpos sobre uma calçada na Avenida Brasil rapidamente circularam na internet, por meio do WhatsApp, e ajudaram a pelo menos sete vítimas de roubo a reconhecê-los.

De acordo com o delegado Mikhail Alessandro, responsável pelas investigações, os mortos são o paraguaio Fábio Morinigo e o brasileiro Rubens Ortiz. “Depois da morte, várias pessoas procuraram a Delegacia de Polícia Civil para fazer reconhecimento. Eles podem estar envolvidos em uma série de roubos. O Fábio mesmo, era conhecido como o gordinho da moto que tocava o terror”, afirmou.

Segundo o delegado, a dupla cometia assaltos principalmente contra mulheres e idosos, sempre armados, fazendo a abordagem de moto. “Roubavam bolsas, celulares, moto. Pegavam o que podiam e chegaram a fazer cerca de quatro assaltos num único dia”, explicou o delegado. Outro detalhe é que nem mesmo a operação montada pela Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública), com várias forças de segurança na fronteira, foi o suficiente para intimidá-los.

Momentos antes da morte, os dois tentaram assaltar uma estudante que deixava agência da Caixa Econômica Federal. Um PM à paisana flagrou a ação e deu voz de prisão, no entanto, a dupla não obedeceu e, de acordo com o delegado, atirou duas vezes contra o policial que reagiu. Eles morreram no local, antes da chegada do socorro.

Fonte: Midiamax
Por: Renan Nucci
Tecnologia do Blogger.