Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Projeto do Governo nos municípios da Bacia do Taquari proporciona conservação de 8,6 mil hectares de solo

©SÍLVIO ANDRADE
O Projeto Taquari – Capacitação para o Desenvolvimento Sustentável na Bacia do Rio Taquari, realizado pelo Governo do Estado nos municípios de Alcinópolis, Camapuã, Coxim, Figueirão, Pedro Gomes, Rio Verde e São Gabriel do Oeste já atendeu 78 produtores e proporcionou a conservação de 8,6 mil hectares de solo e recuperação de 504 hectares de APP (Área de Proteção Permanente) na região.

Além disso, graças à atuação dos órgãos integrantes do Projeto, com a divulgação de informações e práticas ambientais sustentáveis e a capacitação de produtores rurais e de gestores públicos, foi realizada a adequação de 6,7 quilômetros de estradas, realizada a construção de 172 quilômetros de cerca, plantio de 516 mil mudas e intervenções em 28 voçorocas nos sete municípios da região da Bacia do Rio Taquari.

Integram o Projeto, a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) e a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural).

As informações foram apresentadas na palestra “A recuperação de áreas degradadas na gestão integrada de bacias hidrográficas”, pelo técnico da Agraer Oscar Serrou Camy Júnior. A apresentação foi feita durante a 41º Reunião do Conselho Estadual de Recursos Hídricos, realizada quinta-feira (21) no Imasul, em comemoração ao Dia Mundial da Água.

“É uma prestação de contas importante, que demonstra a ação do Governo do Estado no processo de recuperação do solo e dos recursos hídricos da Bacia do Taquari, ao passo que aguardamos as definições do Ministério do Meio Ambiente em relação ao edital aprovado no ano passado, que deverá viabilizar recursos federais fundamentais para ampliar a dimensão dessas ações”, lembra o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

Em janeiro deste ano, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, assumiu o compromisso, junto ao governador Reinaldo Azambuja, de viabilizar a recuperação da Bacia do Rio Taquari utilizando parte dos R$ 6 bilhões que estão no caixa da União, relativos a dívidas de quem cometeu crimes ambientais.

Dia Mundial da Água

O Dia Mundial da Água foi criado pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas através da resolução A/RES/47/193 de 21 de fevereiro de 1993, [1] declarando todo o dia 22 de março de cada ano como sendo o Dia Mundial das Águas (DMA), para ser observado a partir de 1993, de acordo com as recomendações da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento contidas no capítulo 18 Recursos hídricos, da Agenda 21.

Por: Marcelo Armôa – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro)
Tecnologia do Blogger.