Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Mais de 150 pessoas participam do Dia de Campo voltado à ovinocultura do Senar/MS

©DIVULGAÇÃO
O Senar/MS - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural realizou, nesse sábado (23), o primeiro Dia de Campo de Assistência Técnica e Gerencial sobre ovinocultura, que reuniu cerca de 150 pessoas na Fazenda União, na região de Sidrolândia, a 63 km de Campo Grande.

Teve produtor rural que veio de muito longe para compartilhar conhecimento e melhorar sua atividade rural. Foi o caso do participante, Luiz Gustavo Mendonça, que saiu de Ponta Porã com o propósito de conhecer mais sobre ovinos e começar a produzir. Interessado em criar ovinos de corte, Mendonça conta que entrou em contato com Senar/MS para se informar de eventos voltados a essa área. “Minha família sempre criou para consumo próprio, mas eu me interessei pelo mercado porque vi que é lucrativo” coloca o participante. 

O evento realizado em parceria com a Asmaco (Associação Sul-Mato-Grossense dos Criadores de Ovinos), Sindicato Rural de Campo Grande e Sindicato Rural de Sidrolândia contou com representantes de várias entidades, entre eles, o coordenador do Departamento de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS, Nivaldo Passos Junior.

Além dele, estiveram presente o Presidente do Sindicato Rural de Terenos, João Borges dos Santos Júnior; o mobilizador do Sindicato Rural de Sidrolândia, Jorge Luiz Rebeschini; a secretária e responsável técnica da Asmaco, Ana Cristina Andrade Bezerra; o gerente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Araquem Ibrahim Midon; o analista de Transferência e Tecnologia da Embrapa Caprinos e Ovinos, Cícero Cartaxo de Lucena e a pesquisadora Hevila Oliveira Salles Figueiredo.

Foram quatro estações de criação que destacaram as principais informações da cadeia produtiva. Um dos palestrantes convidados pelo Senar/MS foi o produtor rural Sebastião Rezende, criador de ovinos e dono da indústria de carnes Cordeiro do Cerrado. Rezende atua a cerca de 8 anos e já realizou três cursos voltados a ovinocultura de corte desde 2013. Ele avalia que o mercado cresceu consideravelmente e que a demanda necessita de mais produtores. “Todo curso do Senar é válido porque é bem específico. Quem esteve aqui viu que funciona. Eu gostei, é um aprendizado poder falar” pontua o produtor.

O Analista de Transferência e Tecnologia da Embrapa Caprinos e Ovinos, localizado em Sobral/CE, Cicero Cartaxo de Lucena comenta que a relação com o Senar/MS tem a finalidade de mapear os polos de produção de ovinocultura no estado. Lucena explica que o estudo também tem como objetivo avaliar o cenário econômico relacionado aos ovinos. “Nós fomos convidados para entender o nível do trabalho de pesquisa em ovinocultura. A aproximação com o Senar/MS vem através da parceria com a CNA [Confederação Nacional da Agricultura] ” afirma o analista.

Os 10 alunos do curso técnico em agropecuária, do Centro de Excelência em Bovinocultura de Corte, do Senar, também participaram do evento, com objetivo de ver na prática os ensinamentos adquiridos em sala de aula.


Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul 
Por: Ana Brito e Vitor Ilis
Tecnologia do Blogger.