Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Deputado Felipe Orro solicita implantação de Clínica de Hemodiálise em Jardim

©DIVULGAÇÃO 
O deputado estadual Felipe Orro (PSDB) reuniu-se com o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende, para tratar da implantação do serviço de terapia renal substitutiva-hemodiálise no município de Jardim, atendendo pacientes de seis municípios da região Sudoeste de Mato Grosso do Sul. Resende garantiu celeridade no atendimento ao pedido. Felipe argumentou que uma Clínica de Diálise em Jardim encurta as distâncias percorridas pelos pacientes renais-crônicos, que chegam a se deslocar até 1,2 mil quilômetros por semana em busca de tratamento.
©DIVULGAÇÃO
A reunião foi realizada no dia 21 de fevereiro, na Secretaria de Saúde, em Campo Grande. Felipe Orro apresentou ao secretário as demandas das secretarias de saúde de seis municípios: Porto Murtinho, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Caracol, Bonito e Bela Vista. Todos os prefeitos pedem a implantação de uma Clínica de Diálise na microrregião de Jardim. Atualmente, nesses seis municípios vivem 62 pacientes renais-crônicos que precisam se deslocar três vezes na semana para Campo Grande, Aquidauana ou Ponta Porã a fim de se submeter à hemodiálise.

"Esta microrregião conta com 105 mil habitantes e não há nenhuma Clínica de Diálise para atender os renais-crônicos. Atualmente há 62 pacientes portadores da Doença Renal Crônica na região que precisam fazer o tratamento fora de seu domicílio, se descolando centenas de quilômetros para chegar a uma clínica. Com a regionalização em Jardim, esses pacientes teriam a oportunidade de fazerem a hemodiálise perto de suas casas", ressalta Felipe Orro.

Demandas

A secretária municipal de Saúde de Caracol, Rosineia Gomes de Assis, explica que há pacientes que percorrem até 1,2 mil quilômetros por semana para realizar hemodiálise em Ponta Porã. "Por isso solicitamos estudo de viabilidade da implantação de serviço de hemodiálise na microrregião de Jardim, além de serviço de consultas com especialidade em nefrologia".

Em Bela Vista, a secretária de Saúde Maria Paula Pinheiro de Melo pontua que o município gasta cerca de R$ 16 mil por mês com custeio no deslocamento de 12 pacientes renais-crônicos. Com a implantação da clínica na microrregião de Jardim, o município reduziria os gastos com deslocamento, além de "diminuir o desgaste físico e emocional desses pacientes, debilitados pela doença, sendo que alguns já estão em tratamento há mais de dez anos", pontua a secretária.

De acordo com a secretária de Saúde de Jardim, Marcelly Freitas, a Clínica de Diálise na microrregião do município será instalada no Hospital Marechal Rondon. A estruturação e habilitação do serviço ficaria sob responsabilidade da gestão municipal, para que na sequência a manutenção ficasse sob competência do Ministério da Saúde, através de recurso do FAEC (Fundo de Ações Estratégicas e Compensação).

Experiência

Felipe Orro foi articulador da implantação da Clínica de Hemodiálise de Aquidauana, em 2008, quando era prefeito do município. "Percebemos que a regionalização da saúde proporciona um tratamento mais humanizado para os pacientes, que não precisam mais se deslocar longas distâncias em busca de tratamento. Vamos lutar junto ao governo do Estado para que os renais-crônicos da região Sudoeste tenham acesso a um tratamento perto de suas casas com a implantação do polo de Jardim", disse Felipe Orro.

Geraldo, por sua vez, garantiu dar celeridade e encaminhamento da pauta na SES para concretizar a regionalização da Saúde em Jardim. "Sou parceiro desta causa, e junto ao deputado Felipe Orro na Assembleia Legislativa, vamos batalhar por esse Centro de Diálise em Jardim. Ali é um polo importante que vai convergir todos os pacientes da região. Estamos nos organizando para que a Nefrologia de Mato Grosso do Sul seja modelo para todo o Brasil. Está no plano de regionalização do governo do Estado a instalação deste polo de Diálise em Jardim", pontuou o secretário Geraldo.

ASSECOM
Tecnologia do Blogger.