Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Aprovados em concurso da Assembleia voltam do Carnaval com novo emprego

Quarta-Feira de Cinzas foi o prazo final para apresentação de documentos pelos últimos aprovados que foram convocados para assumirem 28 vagas

Grupo de 16 aprovados em concurso tomou posse nos cargos nesta quarta-feira. (Foto: Humberto Marques) 
A Quarta-Feira de Cinzas, 6 de março, também foi dia de um novo momento profissional para 16 pessoas que, aprovadas no concurso público da Assembleia Legislativa realizado em 2017, tomaram posse dos cargos nesta tarde, em ato realizado no plenarinho da Casa de Leis. Com a entrega de documentos e assinatura dos termos para ingresso no poder público, eles ganharam prazo de 30 dias para começarem no novo emprego –a ideia da maioria, conforme os organizadores do ato de posse, é de iniciar imediatamente.

O prazo para apresentação da documentação necessária para posse nos cargos venceu nesta quarta-feira. Agora, a expectativa é quanto à convocação de mais 12 aprovados na seleção, número de candidatos que não se apresentou em diferentes funções.

A movimentação quebrou a rotina da Casa de Leis no retorno do feriadão –setores administrativos funcionavam normalmente durante a tarde. A advogada Caroline Cristine Faria Rabito, que atuará como assistente legislativa, aguardava desde a aprovação pela oportunidade, que espera ser um “degrau” na carreira. “Estava em outro emprego do qual tive de me ausentar hoje para tomar posse agora”, afirmou, revelando esperar iniciar logo nas atividades, mas também tendo outras possibilidades em vista. “Tenho certeza de que trabalhar na Casa Legislativa vai acrescentar muito para meu currículo”, pontuou.

O ato de posse foi rápido: candidatos foram chamados para assinar o termo e receberam informações quanto ao início das atividades. Além disso, foram informados que, em 12 de março, às 9h, devem ser oficialmente apresentados ao presidente da Casa, Paulo Corrêa (PSDB), e ao primeiro secretário, Zé Teixeira (DEM).

Alguns dos candidatos já procuraram o setor de Recursos Humanos da Casa, tanto para pegar informações sobre a regularidade da documentação como, principalmente, do início das atividades. A expectativa é de que possam começar logo nas novas funções, já integrando a próxima folha salarial do Legislativo.

Conforme informações apresentadas à reportagem, dos 28 aprovados, 16 atenderam à convocação –desta forma, nos próximos dias, devem ser chamados outros 12 candidatos aprovados no certame de 2016. Corrêa já antecipou que não fará nova prorrogação do processo seletivo, que vence em maio.

Em paralelo à convocação dos aprovados, a Assembleia aprovou a criação de 24 vagas para assessor técnico legislativo, 24 de auxiliar de apoio legislativo e 10 de assessor, com salários de R$ 1.078,23 e R$ 3.080,66. Os 58 novos cargos são comissionados, de livre nomeação, e foram criados para prestar auxílio às comissões permanentes.



Por: Humberto Marques
Tecnologia do Blogger.