Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Após visitar amiga no Tijuca, adolescente de 14 anos desaparece na Capital

Família está preocupada e pede para que menina volte para casa

Reprodução / Facebook
A funcionária pública Andriwa da Silva Nóbrega, de 32 anos, pede ajuda da população para encontrar a filha Ariangela Nóbrega de Abreu, de 14 anos, que está desaparecida desde a noite deste sábado (2), em Campo Grande. A menina mora no bairro Vila Fernanda, na região do Caiobá, e desapareceu depois de visitar uma amiga no bairro Tijuca, bairro vizinho a região que reside.

Segundo a mãe, o último contato da filha foi às 19h55 quando a menina teria ligado e informado que iria pegar o coletivo para retornar à casa. "Ela me ligou e disse que ia pegar o ônibus Caiobá para vir para casa. Geralmente, ela me liga e vou esperar ela no ponto de ônibus".

Andriwa ainda informou ao site TopMídiaNews que conversou com a amiga, que revelou que menina teria saído de sua residência e ido em direção ao ponto de ônibus. "Ela me disse que acompanhou a minha filha até um pedaço do caminho e que ela teria ido para o ponto de ônibus. Ela não teria falado nada para a amiga".

A mãe ainda foi questionada se a adolescente teria algum namorado. "Fui até a casa de um paquerinha dela. Ele me disse que eles chegaram até conversar ontem, mas que ela não teria dito nada fora do normal e que também não sabe do paradeiro dela".

Ao ser questionada, se teria tido algum desentendimento com a menina, a mãe nega. "Não, ontem (2) foi aniversário da avó dela e almoçamos todos juntos. Não teve nada. Nós estamos desesperados. Não sei se ela resolveu ir para a farra, para balada. Só quero que ela volte".

Andriwa afirma que liga no celular da filha e só da desligado. "A gente manda mensagem pelo WhatsApp e pelo Facebook e não é visualizado. Estamos preocupados e já fomos à polícia para registrar o desaparecimento dela".

Para quem tiver qualquer contato pode ligar no telefone (67) 9.8416-9338 e falar com a mãe ou ligar diretamente no 190. A adolescente estava usando calça camuflada e blusa rosa. "Só peço que me ajudem a achar a minha filha. Ela é uma menina boa e não é de fazer essas coisas".

Fonte: campograndenews
Por: Rodson Willyams
Tecnologia do Blogger.