Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Prefeitura é premiada por trabalho realizado em Assistência Social

©DIVULGAÇÃO
A Prefeitura Municipal de Campo Grande, através da Secretaria Municipal de Assistência Social - SAS, ficou em primeiro lugar, dentre 9 finalistas dos 79 municípios do Mato Grosso do Sul, no Prêmio "Mariluce Bittar - Boas Práticas de Gestão na Assistência Social 2018", na categoria "Programas e Benefícios Socioassistenciais", realizado pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho - Sedhast. 

O Município se destacou pelo projeto que desenvolveu ao longo do ano com a implantação da Equipe Técnica Exclusiva do Acompanhamento do Cadastro Único/Bolsa Família. 

Foram relatados os números de 2017 e comparados com os números de 2018. A partir disso, foi levantado a necessidade de implantação de uma equipe técnica. "Fizemos um diagnóstico e o desejo de melhoria dos índices de gestão acompanhamento de condicionalidades, afim de ter maior qualidade do trabalho da gestão. Até então a demanda que havia para equipe técnica era compartilhada com outra gerência, o que acabava ocasionando sobrecarga de trabalho nos técnicos.", relatou Viviane Brandão, gerente de Cadastro Único. 

Receberam o prêmio, a vice-prefeita Adriane Lopes juntamente com o secretário José Mário Antunes, acompanhados da equipe técnica vencedora. Para Adriane, o reconhecimento é resultado de um trabalho realizado em equipe. “Nós temos uma equipe comprometida com o a responsabilidade social. O prefeito Marquinhos Trad tem ampliado os esforços para que os serviços da assistência social cheguem aos que realmente necessitam da gestão pública.” 

“É um momento muito especial para nós que trabalhamos no dia a dia com o objetivo de levar os serviços sociais ao alcance das famílias em vulnerabilidade. O prêmio mostra que estamos no caminho certo. Nossa equipe sendo reconhecida reflete a dedicação e o compromisso em aprimorar cada vez mais o nosso trabalho”, afirmou José Mário, Secretário de Assistência Social. 
©DIVULGAÇÃO
A secretaria ficou entre as três finalistas com a proposta de implantação de supervisão de equipe técnica para os programas do Cadastro Único. A ideia foi iniciada em setembro de 2017, com o chamamento de assistente social e psicólogo, para compor a equipe. A partir disso, foram diversas mudanças, dentre elas: a melhoria dos índices de gestão como atualização cadastral, melhoria nos índices de condicionalidade onde era observado que existiam muitas famílias em suspensão e não havia acompanhamento técnico como suporte, e também o reconhecimento da necessidade de investimento em capacitação dos profissionais que executam o Cadastro Único, visando a redução das inconsistências cadastrais e padronizar o atendimento do cadastro. 

Após a implantação foi observado que a SAS obteve vários resultados como: índice de quase 100% de taxa de atualização. 

Prêmio 

O objetivo da premiação foi identificar, disseminar e reconhecer práticas bem sucedidas desenvolvidas pela política de assistência social e que estejam contribuindo para modernização, inovação, eficácia e eficiência do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). 

As premiações foram divididas em três categorias, sendo elas: 1) serviços socioassistenciais; 2) benefícios e programas socioassistenciais; e 3) gestão do SUAS. Cada categoria teve classificação de 1º, 2º e 3º lugar. 

A cerimônia de entrega dos prêmios aos vencedores foi realizada nesta quarta-feira, dia 12 de outubro, no auditório da Escola do SUAS “Mariluce Bittar”. 

Os responsáveis pelos municípios puderam fazer as inscrições em uma das três categorias: Serviços Socioassistenciais; Benefícios e Programas Socioassistenciais; e Gestão do Suas. Foram premiados os três finalistas de cada categoria, que receberam gratificação em dinheiro e placas de homenagem. 

1º Lugar: R$ 5 mil 

2º Lugar: R$ 3 mil 

3º Lugar: R$ 2 mil 

Os municípios finalistas nas três categorias foram: Aquidauana, Camapuã, Nova Andradina, Bonito, Campo Grande, Porto Murtinho, Batayporã, Nova Andradina e São Gabriel Do Oeste. 

Mariluce Bittar

A Professora Dra. Mariluce Bittar, falecida em 18 de fevereiro de 2014, formada em Serviço Social pelas Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso (FUCMT), doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos e Pós-Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina, foi professora da UCDB desde 1987, fez parte do corpo docente e Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), teve papel importante na implantação, inclusive coordenando o Mestrado, entre os anos de 2001 e 2007. Nos inúmeros cargos que acumulou na carreira profissional, era reconhecida internacionalmente onde recebeu vários prêmios. 

ASSECOM
Tecnologia do Blogger.