Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Com 11 acidentes, PRF multa mais de 7,8 mil por excesso de velocidade

Ao todo, foram 11 acidentes e 421 ultrapassagens indevidas

PRF reforçou fiscalização nas vias de MS ©DIVULGAÇÃO
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou entre os dias 21 e 25 a Operação Natal, a fim de aumentar a segurança nos mais de 3.652 quilômetros de rodovias federais que cruzam Mato Grosso do Sul. Neste período, segundo balanço divulgado (ver abaixo), os policiais multaram 10.517 pessoas, dentre as quais 7.803 por excesso de velocidade.

Foram registrados ainda 11 acidentes graves que deixaram 60 pessoas feridas. Houve uma morte em São Paulo, na divisa, mas que foi atendida por agentes lotados em território-sul-mato-grossense. 

O número de acidentes é maior por exemplo do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando houveram três casos graves, com 32 vítimas e nenhuma morte. No total de acidentes, incluindo aqueles apenas com danos materiais, praticamente não houve alteração: foram 37 em 2018, contra 36 em 2017.

Além disso, os policiais aplicaram ainda multas por flagrarem 102 motoristas que dirigiam sem cinto, 183 passageiros sem cinto, 56 crianças fora de dispositivos de segurança como a cadeirinha, e 421 por ultrapassagens indevidas. Constam também 17 presos por embriaguez.

Conforme a PRF, a fiscalização foi reforçada em nove Delegacias da PRF e em 22 Unidades Operacionais. A PRF fiscalizou 9.226 veículos e 10.392 pessoas nas rodovias federais. Os Radares registraram 7.803 flagrantes de abuso da velocidade.

MORTE

A única morte registrada ocorreu no dia 22 de zembro, na BR-158, em Paulicéia (SP). Houve colisão frontal entre dois carros de passeio, um Peugeot Passion com placas de Nova Guataporanga (SP) e outro modelo Ford Fiesta com placas de São Paulo (SP).O motorista, de 21 anos, que dirigia o veículo Peugeot, morreu no local do acidente. O homem, de 36 anos, que conduzia o Fiesta foi socorrido com lesões graves e encaminhado para a Santa Casa de Panorama (SP).



Por RENAN NUCCI
Tecnologia do Blogger.