Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Loures cita mala pela 1ª vez: 'Entrei em pânico e saí correndo'

Em depoimento à Justiça, ex-assessor de Temer se defendeu sobre acusações de Joesley e corrida com R$ 500 mil

©Brizza Cavalcante / Agência Câmara
O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR) apresentou pela primeira vez sua versão sobre ter saído correndo com uma mala de R$ 500 mil de propina da J&F há um ano e meio. O jornal "O Globo" teve acesso ao vídeo do depoimento prestado Loures ao juiz da 15ª Vara Federal de Brasília, Jaime Travassos, na última quarta-feira (7).

Até hoje em prisão domiciliar e réu em uma ação penal por corrupção passiva referente ao episódio, Loures deixou claro à Justiça que sabia que havia conteúdo ilícito na mala, apesar de nunca tê-la aberto, e disse que não queria recebê-la.

"Quando estou saindo ele (Ricardo Saud, executivo da J&F) diz assim ‘Rodrigo, Rodrigo’. Eu vou até ele, aí ele pega, com esta mala na mão, diz assim ‘olha a sua mala, pega que você vai perder o avião, corre que você vai perder o avião’. Naquele momento Excelência... Eu entrei em pânico, no meio da rua, e saí correndo. As imagens, eu não sabia o que fazer. E eu fugi. Eu corri. Eu não consegui eventualmente agredi-lo se fosse o caso. E me desfazer dessa situação ali, naquele momento, até pra que ficasse gravado. E o meu inferno começou. Eu pego essa mala, deixo na casa dos meus pais, aonde eu tenho lá um quarto de hóspedes, coloco dentro do armário e eu não sei o que fazer", disse Loures.

As falas de Loures apresentam contradições, inclusive com a própria defesa, que apontou que o ex-deputado recebeu a mala “sem saber qual era seu conteúdo”.

NAOM
Tecnologia do Blogger.