Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

TRÊS LAGOAS| Prefeitura e AGEHAB sinalizam início das obras das casas populares do Jardim das Primaveras

Construção das residências deverá contar com recursos do Projeto “Lote Urbanizado”

©Divulgação
As 146 famílias dos lotes da área ocupada denominada Jardim das Primaveras tiveram uma grande vitória na manhã desta quarta-feira (17). Durante a reunião realizada na Câmara Municipal, entre a Diretoria de Habitação da Prefeitura de Três Lagoas, Agência Estadual de Habitação (AGEHAB) e os próprios moradores, foi anunciada a construção das casas populares por meio do Projeto “Lote Urbanizado”.

A notícia foi dada pelo prefeito Ângelo Guerreiro e pela diretora de Habitação do Município, Sônia Góis, juntamente com a presidente da AGEHAB, Maria do Carmo Avesani Lopez, gerente de implantação de projetos, Fernando Delgado, também da AGEHAB e secretário estadual de Infraestrutura, Helianey Paulo da Silva.
©Divulgação
A reunião iniciou com a diretora Sônia confirmando aos presentes que a implantação do Projeto para a construção das casas estava aprovada. Os representantes da AGEHAB, Maria do Carmo e Fernando Delgado explicaram as regras e exigências do “Lote Urbanizado” e as competências de cada parte envolvida.

Mas a grande surpresa foi apresentada pelo prefeito Ângelo Guerreiro. Ao falar do intenso trabalho em conseguir incluir o Jardim das Primaveras na lista dos loteamentos beneficiados por este programa habitacional em nível estadual, Guerreiro assumiu o compromisso de entregar as moradias com as paredes levantadas, prontas para serem cobertas.
©Divulgação
“Eu tenho orgulho em dizer que participei desta vitória com vocês, que são grandes guerreiros e guerreiras, há mais de nove anos enfrentando chuvas e sol em seus barracos. Hoje, a Prefeitura de Três Lagoas se compromete a fazer mais do que este programa determina. Com recursos próprios, iremos entregar suas casas levantadas até o respaldo, no jeito para vocês cobrirem e fazer o acabamento”, disse o prefeito, sendo aplaudido e aclamado pelo público presente.

O diretor da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (SEINTRA), Adriano Kawahata, explicou que os maquinários da Prefeitura já estão no Jardim das Primaveras realizando a adequação dos lotes e quadras, para a terraplenagem. O serviço tem o prazo de 30 dias para ser concluído. Após isso, fica à disposição do Governo do Estado para iniciar a fundação. A notícia põe um fim às expectativas, lutas e incansáveis tratativas de quase uma década em implantar um conjunto habitacional no local, desde que foi ocupado.

SOBRE O PROJETO LOTE URBANIZADO

O Projeto é viabilizado pela parceria entre Governo do Estado, Município e Cidadão beneficiado. De acordo com o regulamento, cabe ao Município adequar os lotes, realizar a limpeza, metragem, terraplenagem e acompanhar o andamento das obras, prestando assistência à família.

O Estado é responsável pela base da construção, sendo a fundação do imóvel, com contra piso, instalações hidráulicas sanitárias enterradas e primeira fiada de alvenaria, além de liberar o financiamento ao morador para finalizar o restante da obra. Como a Prefeitura levantará as paredes das casas, o beneficiado vai arcar com os custos da estrutura metálica, telhado, parte hidráulica, elétrica e acabamento.

A partir da liberação do financiamento, o proprietário terá até 24 meses para concluir a obra, dar entrada no HABITE-SE e, enfim, morar na casa própria. O pagamento da primeira parcela também tem o mesmo prazo. Caso o beneficiado descumpra alguma cláusula do contrato ou norma do Projeto, a Prefeitura poderá reaver a área. 



ASSECOM
Tecnologia do Blogger.