Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

PRÓPRIO PUNHO: Com bilhete, Puccinelli chama de “fake” boatos de delação envolvendo esposa

"Não existe delação de quem é inocente", diz Puccinelli sobre nota de Lauro Jardim difundida em MS após apoio ao PDT

Bilhete de Puccinelli em resposta à nota publicada pelo jornal O Globo ©Divulgação/MDB
O ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (MDB), afastou qualquer possibilidade de um acordo de delação premiada envolvendo ele ou a esposa, Beth Puccinelli. Em bilhete de próprio punho, ele através do advogado, desmentiu e chamou de “fake” a nota publicada pelo jornalista Lauro Jardim, no jornal O Globo.

Segundo o colunista, Beth teria dito a políticos que cogitaria uma delação premiada, caso o marido não deixasse a cadeia até 31 de dezembro. “Por que continuam querendo me prejudicar? Não existe delação de quem é inocente. Desminto os fakes que lançam contra mim e minha família”, disse André Puccinelli, segundo seu advogado e presidente municipal emedebista, Ulisses da Silva Rocha.

Ulisses afirmou que esteve com André, na manhã desta segunda-feira (15), e que um dos assuntos tratados foi a nota divulgada no jornal de circulação nacional e rapidamente disseminada em grupos de WhatsApp regionais, onde o partido de Puccinelli, MDB, acabou de anunciar apoio ao candidato Odilon de Oliveira (PDT).

A reportagem falou com a esposa do ex-governador, Beth Puccinelli. Ao Jornal Midiamax, ela confirmou que a nota é totalmente mentirosa e informou que nunca foi sequer procurada pelo colunista Lauro Jardim.

O ex-presidente regional emedebista também classificou como absurda e mentirosa tal possibilidade. Ele disse que está focado em sua defesa das acusações da Lama Asfáltica e em conseguir a liberdade.

Fonte: Midiamax
Por: Richelieu Pereira 
Tecnologia do Blogger.