Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Carreira de Estado para médicos e remuneração digna são propostas de Odilon para saúde

No dia em que se celebra a atuação da categoria, pedetista agradece aos profissionais pelo compromisso com a vida

©Divulgação
No Dia do Médico, celebrado neste 18 de outubro, o candidato ao governo do Estado pelo PDT, juiz Odilon de Oliveira, parabeniza a todos os profissionais, reitera seu respeito e reafirma seu compromisso em promover a valorização da categoria, garantindo qualidade de vida e condições de trabalho dignos.

O pedetista lembra que, hoje, os profissionais de saúde, com todo o seu esforço, são quem garantem que a população que busca atendimento não saia das unidades hospitalares e de atenção básica completamente desamparada. “Os profissionais da saúde seguem trabalhando, apesar de toda dificuldade, e eles mantêm seu compromisso com a vida”, celebra Odilon.

O programa de governo de Odilon assegura ao povo sul-mato-grossense e aos profissionais da área que o Estado terá qualidade na prestação do serviço público. Ele vai implantar, progressivamente, carreira para os médicos, garantindo sua presença em todas as regiões, estabilidade, remuneração adequada e promoções por mérito.

O programa de governo de Odilon garante ainda que todas as regiões do Estado estejam preparadas para que a população seja atendida por profissionais das mais variadas especialidades, sem precisar percorrer grandes distâncias. A proposta é criar o “Programa Mais Médicos do MS”. Sua finalidade é combater o déficit de profissionais no Estado. O programa estrutura a contratação e complementa a iniciativa do governo federal, que já atua neste sentido.

Por meio da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS), e das universidades federais presentes no Estado, serão desenvolvidas melhorias e aprimoramentos nos cursos de medicina, promovendo a ampliação na oferta de vagas e a formação responsável.

O candidato explicou que, apesar de as prefeituras serem responsáveis pela gestão plena dos recursos, o Executivo estadual tem de firmar parcerias com os municípios. “O Estado é o coordenador da saúde pública em seu território”, ressaltou o pedetista. Será assegurada a presença de médicos em todos os municípios, e mais: “É preciso levar a medicina completa para o interior”, citando importância da presença de laboratórios e de melhorias na estrutura física das unidades de saúde.

ASSECOM
Tecnologia do Blogger.