Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

TRÊS LAGOAS| Prefeitura realiza primeira reunião para efetivação do COMTUR

©Divulgação
Durante reunião, foi discutida a Lei Nº. 3.435, recentemente aprovada para explicar a criação do COMTUR e do Fundo Municipal de Turismo

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Diretoria de Turismo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT), realizou nesta quinta-feira (20), no SEBRAE, a primeira reunião para efetivação do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR).
©Divulgação
Participaram da reunião o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, José Aparecido de Moraes, e a diretora de Turismo,Tatiane Giacheta,como equipe técnica e representantes de vários segmentos do Turismo, entre eles a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Sindicato do Comércio Varejista (SINDIVAREJO), Associação de Pesca de Três Lagoas (APTL), Agentes de Viagem, Sociedade Civil Organizadas e empresários do segmento.

REUNIÃO

Na reunião, além de discutir o papel do conselho, fundamentado na Lei Nº. 3.435, 14 de agosto de 2.018, recentemente aprovada, foi também discutida a criação do COMTUR e do Fundo Municipal de Turismo que, segundo o geólogo do Departamento de Turismo, Otony Ornelas, “o conselho está sendo criado em readequação de leis atualizadas, em razão de não existirem mais algumas entidades pertencentes à lei anterior”, disse.
©Divulgação
Foi discutido ainda em reunião o comprometimento dos participantes com o Conselho e com as leis construtivas e deliberativas, trabalhando diretamente junto com o município e com diretrizes básicas da política municipal de turismo, desenvolvendo programas e criando cadastro de informações turísticas entre outras.

COMO FUNCIONARÁ O COMTUR

O Conselho será composto de 21 membros titulares e 21 suplentes com mandato de dois anos permitindo uma recondução. De acordo com Ornelas, “o conselho é uma continuidade de um trabalho já iniciado por solicitação dos próprios empresários do segmento de turismo. O secretário colocou toda a nossa estrutura à disposição e ressaltou a preocupação e dedicação deste governo em investir no turismo da nossa Cidade”, ressaltou.

Para o geógrafo, “a formação do conselho é importante para ter um órgão colegiado do setor privado público e sociedade civil discutindo e direcionando de forma técnica as ações do segmento de turismo que, segundo normas do Ministério de Turismo, é obrigatório que a Cidade tenha um conselho ativo para participar de uma série de programas e projetos”, explicou Otony.

AGENDA

A próxima reunião ficou agendada para 16 de outubro onde se pretende dar posse de forma concreta ao Conselho, além de discutir o orçamento para o turismo em 2019, regimentos internos e assuntos diversos ligados ao órgão.

ASSECOM
Tecnologia do Blogger.