Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Sei como é passar fome e jamais irei acabar com benefício social, afirma Odilon em rádio

Candidato concedeu entrevista na manhã desta quinta-feira (20) ao Grupo Feitosa de comunicação

©Divulgação
O candidato ao governo de Mato Grosso do Sul pelo PDT, juiz Odilon de Oliveira, em entrevista na manhã desta quinta-feira, 20, ao Grupo Feitosa de Comunicação, reafirmou seu compromisso com a população mais carente, que depende das políticas públicas de assistência social, e disse que não vai acabar com qualquer benefício social, caso seja eleito.

“Eu fui assentado até os 17 anos e sei o sofrimento das pessoas. Já passei fome, então jamais irei acabar com qualquer benefício social. A família das pessoas pobres tem sim que ser assistidas pela prefeitura, pelo governo do Estado e pela União”, declarou em resposta ao jornalista João Flores.

Segundo Odilon, o Brasil tem 13 milhões de desempregados, e há necessidade de se ajudar essas pessoas, mas também deve haver lisura no processo seletivo para quem receberá os benefícios. “Nós temos que manter todos os benefícios, evidentemente que aquela pessoa que não precisar do benefício terá que ser excluída. Vamos manter o Bolsa Família, o Vale Renda e todo tipo de benefício, desde que a pessoa necessite”, garantiu o candidato, desmentindo boatos de que ele seria contra as assistências.

A entrevista ao Grupo Feitosa de comunicação aconteceu por volta das 7h30 e foi transmitida para as cidades de Rio Verde, Inocência, Maracaju, Grande Dourados, Paranhos e Nioaque, além da transmissão ao vivo feita pelo Facebook do jornal A Crítica.

ASSECOM
Tecnologia do Blogger.