Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

PF e promotor também estiveram na casa de filho do governador

A operação também cumpre mandado de busca na casa de Reinaldo Azambuja (PSDB)

Equipe deixa edifício onde mora Rodrigo Azambuja ©Thailla Torres
Equipe da Polícia Federal também fez buscas no Edifício Leblon, no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a rua 13 de Junho. O Campo Grande News apurou que o filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), Rodrigo Azambuja, mora em um dos apartamentos e também é alvo da Operação Vostok, deflagrada pela PF (Polícia Federal) na manhã desta quarta-feira (12).

Agentes chegaram ao local antes da 6h e deixaram o endereço depois das 8h com pouca coisa nas mãos. Apenas um dos agentes estava com uma pasta azul nas mãos.

Além da PF, o promotor do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), Marcos Alex Vera de Oliveira, participou da ação. Toda a equipe deixou o prédio em silêncio. Veja no vídeo: 

Vostok 

A operação também cumpre mandado de busca na casa de Reinaldo Azambuja(PSDB), tem 14 ordens de prisão temporária e mobiliza 220 policiais. Ao todo, a PF vai cumprir 41 mandados de buscas e apreensão.

A ação é realizada em Campo Grande, Aquidauana, Dourados, Maracaju, Guia Lopes de Laguna; e Trairão, no Pará.

Dentre os alvos da operação, estão pecuaristas responsáveis pela emissão de notas com suspeita de serem “frias”.

O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) foi preso em Campo Grande. O Campo Grande News apurou que Márcio Monteiro, conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado), também está entre os alvos.

Conforme a polícia, o objetivo é combater um esquema de pagamento de propina a representantes da cúpula do Poder Executivo Estadual. As investigações foram iniciadas no início do ano, tendo por base os termos de colaboração premiada de executivos de uma grande empresa do ramo frigorifico.

Vostok é o nome de uma estação de pesquisa russa localizada na Antártida onde já foi registrada uma das menores temperaturas da Terra. Ainda segundo a PF, o nome faz referência às notas fiscais frias utilizadas para a dissimulação dos pagamentos.

Fonte: campograndenews
por: Anahi Zurutuza e Thailla Torres
Tecnologia do Blogger.