Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Deputado Dr. Paulo Siufi cobra do Governo Federal mais investimentos na área da saúde

Apesar de tripartite, não há obrigação legal da União de fazer investimentos na área da saúde

©Divulgação/ALMS
O deputado estadual Dr. Paulo Siufi (MDB), presidente da Comissão Permanente de Saúde da Assembleia Legislativa, ocupou a tribuna na sessão ordinária desta quarta-feira, 12, para cobrar do Governo Federal mais empenho e cuidado com a área da saúde. O parlamentar lembrou que a pasta é de responsabilidade dos três poderes: Municipal, Estadual e Federal, porém, para ele, a União não está se dedicando como deveria.

A lei obriga os municípios a investir 15% de sua receita em Saúde e o Estado, outros 12%. Para a União não há um percentual definido, apesar de o Governo Federal receber a maior parcela de impostos.

Para Siufi, o problema maior está nas cidades de pequeno porte, que não têm condições financeiras de bancar a saúde pública. “Hoje, o município de Campo Grande é o gestor do SUS [Sistema Único de Saúde] e o Estado complementa essa gestão. Campo Grande não utiliza aportes federais. Mas os pequenos municípios não são capazes economicamente de arcar com os valores que devem ser cumpridos por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal”, informou o deputado.

O parlamentar ressaltou que essas prefeituras não conseguem resolver nem mesmo problemas de saúde primária, encaminhando seus pacientes para os grandes centros. “É a chamada ‘empurroterapia’, que é mandar para as cidades maiores, como Três Lagoas, Dourados, Corumbá e Campo Grande. Aí acontece a superlotação dessas localidades faz com que o caos se instale”, argumentou.

Dr. Paulo Siufi afirmou que a saúde pública no Brasil está falida e que o SUS perdeu seu foco. “O SUS é um ótimo plano no papel, pois atende àqueles que mais precisam dos serviços públicos. No entanto, o que foi preconizado por esse plano de saúde não é mais a realidade, devido aos descasos, desmandos e má gestão”, lamentou o presidente da Comissão de Saúde.

Ainda em seu discurso, Siufi solicitou aos candidatos aos cargos executivos que apresentem propostas eficazes para a saúde. “Temos que olhar com carinho para aqueles que precisam, porque quem não tem plano de saúde privado fica à deriva por falta de atendimento devido a investimentos mal feitos, que nós, legisladores, cobramos, mas muitas vezes não obtemos resposta. Não se brinca com a saúde, porque estaríamos brincando com a vida das pessoas”, finalizou o deputado Dr. Paulo Siufi.

Fonte: ASSECOM
Por: Adriana Viana
Tecnologia do Blogger.