Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

Em posse da nova diretoria da Famasul, Longen destaca parcerias em favor do setor produtivo

Divulgação
Ao participar da solenidade de posse da nova diretoria da Famasul, realizada na noite desta sexta-feira (17/08), no Ondera Palace, em Campo Grande (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou a importância da agroindústria para a economia de Mato Grosso do Sul e as parcerias das duas federações em ações que contribuíram para o desenvolvimento do setor produtivo do Estado.

“A Famasul é uma grande parceira das ações que envolvem o agronegócio. Temos trabalhado nos últimos anos com todas as Federações e a Famasul, por conta da agroindústria, tem uma afinidade maior com a Fiems. O Mauricio Saito fez um grande trabalho no primeiro mandato e tenho certeza que neste próximo mandato continuaremos fazendo um bom trabalho para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul”, afirmou Sérgio Longen.
Divulgação
Ele reforçou ainda que a agroindústria de transformação em Mato Grosso do Sul conta com 582 estabelecimentos ativos, o que representa 9% do total de estabelecimentos industriais do Estado. “Ao todo, são 54,8 mil trabalhadores diretamente empregados nas agroindústrias de Mato Grosso do Sul, o que representa 44% de todo o emprego industrial do Estado”, completou.

Em seu discurso de posse, o presidente da Famasul, Maurício Saito, que foi reeleito em junho com 81,25% dos votos válidos para o triênio 2018/2021, ressaltou o alinhamento existente entre todas as federações de Mato Grosso do Sul. “O setor produtivo, mesmo que tenha em alguns momentos divergências de objetivos, sempre buscou a evolução do desenvolvimento do Estado e acho que esse alinhamento fará com que possamos cada vez mais contribuir para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul, seja agricultura, pecuária, indústria, comércio e serviços”, declarou.

Também presente ao evento, o governador Reinaldo Azambuja elogiou o trabalho desenvolvido pelo presidente da Famasul frente à instituição nos últimos três anos e no relacionamento com o Governo do Estado. “Todas as lideranças cobram e reivindicam pautas de seus interesses e avançamos muito nesse sentido. Desoneramos o diesel, que era uma solicitação do setor produtivo, criamos programas de desenvolvimento, extinguimos o ICMS garantido. O importante é que sempre haja esse diálogo entre o setor produtivo e o governo”, finalizou.

Ainda participou da posse o vice-presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), Roberto Simões, que desejou à nova diretoria da Famasul uma gestão de fortalecimento. “Temos confiança de que essa diretoria fará uma boa gestão”, disse. Também assinaram o Termo de Posse para o triênio 2018-2021 o vice-presidente da Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes, o diretor-secretário Frederico Stella e o diretor-tesoureiro Marcelo Bertoni.

ASSECOM
Tecnologia do Blogger.