Header Ads

LEIA TAMBÉM
recent

ELEIÇÕES 2018| TRE-MS inicia reuniões com partidos e emissoras sobre programa eleitoral

Primeira reunião nesta quarta-feira (22) será para discutir questões técnicas de transmissão

Reunião irá ocorrer na sede do TRE-MS (Foto: Arquivo)
A direção do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) começa a se reunir a partir de hoje (22) com os partidos e emissoras de rádio e televisão, para tratar as questões relativas ao horário eleitoral gratuito. A reunião vai ocorrer a partir das 9h, no plenário do Tribunal, que fica no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Esta primeira reunião será um encontro com as emissoras de televisão e rádio que vão transmitir o programa eleitoral, para que sejam discutidas questões mais técnicas em relação em como vai funcionar esta veiculação. O candidato ao governo, Marcelo Bluma (PV), inclusive confirmou participação no evento, na sua agenda para quarta-feira (22).

A intenção do Tribunal é que nesta reunião possam ser adiantados as questões técnicas, já que na próxima sexta-feira (24) vai ocorrer a segunda reunião, a partir das 9h, desta vez com a participação dos partidos e coligações. Neste evento serão elaborados os planos de mídia, assim como a distribuição de horários e sorteio da ordem da veiculação dos candidatos no rádio e televisão.

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão tem previsão de começar no dia 31 de agosto, seguindo até 04 de outubro. Neste ano foi reduzido esta exposição na mídia de 45 para 35 dias. Já a campanha em sí começou dia 16 de agosto, um dia depois dos registros das candidaturas na Justiça Eleitoral.

Projeção 

A distribuição do tempo obedece a dois critérios: de todo o tempo de propaganda, 10% deve ser dividido igualmente entre todos os partidos, independentemente de terem representação ou não no Congresso. Os outros 90% são distribuídos conforme o tamanho das bancadas eleitas para a Câmara dos Deputados.

A projeção para disputa ao governo é que Reinaldo Azambuja (PSDB) tenha 3 minutos e 56 segundos, seguido por Junior Mochi (MDB) com 2 minutos e 23 segundos. O próximo aparece Humberto Amaducci (PT) tendo 1 min 15 segundos. Depois aparece Odilon de Oliveira (PDT) com 54 segundos, Marcelo Bluma (PV) tendo 25 segundos e por último João Alfredo (PSOL) dispondo de 7 segundos.

Fonte: campograndenews
Por: Leonardo Rocha
Tecnologia do Blogger.